artigo

terça-feira, 23 de abril de 2013 - 14:36

Tamanho do texto: A A

Histórico, conceito e fundamentos da psicomotricidade

por: Colunista Portal - Educação

A educação psicomotora tem predominância na pré-escola
A educação psicomotora tem predominância na pré-escola
O termo psicomotricidade aparece a partir do discurso médico, mais precisamente neurológico. Isto contribuiu para uma abordagem da psicomotricidade voltada para uma visão organicista que tem como prioridade o estudo do movimento em si. Por isso, nesta abordagem, as atividades corporais não mantinham nenhum vínculo com as atividades psicológicas ou intelectuais.

A partir do século XIX, o corpo passou a ser estudado por neurologistas com o objetivo de compreender as estruturas cerebrais, e, posteriormente, por psiquiatras para conhecer as patologias mentais.
No século XX a psicomotricidade se estabelece como prática independente. Perguntas relativas à contribuição das emoções e dos inúmeros tipos de sensações no desenvolvimento corporal começam a suscitar interrogações sobre a forma de se pensar a psicomotricidade.

O desenvolvimento da consciência corporal, da reflexão e da criatividade, além do pleno desenvolvimento afetivo, cognitivo e motor constituem alguns dos objetivos da psicomotricidade que, se alcançados, possibilitarão adultos sadios e felizes. Portanto, o trabalho psicomotor irá ajudar na estruturação da personalidade da criança, já que ela pode expressar melhor seus desejos, elaborar suas fantasias, desenvolver suas necessidades e trabalhar suas dificuldades.

A dicotomização cartesiana de corpo e alma torna-se então alvo de especulações e questionamentos: Qual a relação entre corpo e alma? Por que diferenciá-los?

Vários estudiosos contribuíram para a visão atual da psicomotricidade. Sua importância na construção histórica dos conceitos de psicomotricidade é indiscutível. Os trabalhos de Wallon, Gesell, Piaget e Ajuriaguerra são utilizados com bastante frequência por pessoas que se interessam ou trabalham com educação psicomotora.

A psicomotricidade atualmente encontra-se permeada pela interdisciplinaridade, e, por isso, linhas de análise diferenciadas se entrecruzam nas práticas existentes. Práticas fundamentadas nas concepções psicomotoras existentes tendem a considerar que os determinantes biológicos e culturais da criança contribuem dialeticamente na construção do motor (corpo), da mente (emoção) e da inteligência.

Os primeiros trabalhos realizados em psicomotricidade tinham uma proposta reeducativa e um caráter terapêutico, já que se preocupavam em reabilitar funções psicomotoras que se encontravam prejudicadas. Esta ação tinha como alvo, sujeitos que apresentavam déficits motores e cognitivos.
A educação psicomotora, preconizada por Jean Piaget, aparece com a intenção de estimular as crianças de forma adequada, em cada fase do seu desenvolvimento. As práticas em psicomotricidade se estabelecem não somente como uma reeducação psicomotora, mas também como uma educação psicomotora.



CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Colunista Portal - Educação

O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.

Educação e Pedagogia