CURSOS ONLINE GRÁTIS NA COMPRA DE UM DOS 1400 CURSOS ONLINE

A sociedade do conhecimento

Artigo por Colunista Portal - Educação - quinta-feira, 11 de abril de 2013

Tamanho do texto: A A

O ser humano está submetido a uma chuva de informações
O ser humano está submetido a uma chuva de informações
Muitos autores falam da sociedade do conhecimento, de como estamos vivendo um tempo de transição, passando da sociedade de informação a uma sociedade do conhecimento.

Mas o que é informação? O que é conhecimento?


Um conjunto de coordenadas da posição de um navio ou o mapa do oceano são informações, a habilidade para utilizar essas coordenadas e o mapa na definição de uma rota para o navio é conhecimento. As coordenadas e o mapa são as "matérias-primas" para se planejar a rota do navio. Quando você diferencia informação de conhecimento é muito importante ressaltar que informação pode ser encontrada numa variedade de objetos inanimados, desde um livro até um disquete de computador, enquanto o conhecimento só é encontrado nos seres humanos. [...] Somente os seres humanos são capazes de aplicar desta forma a informação através de seu cérebro ou de suas habilidosas mãos. A informação torna-se inútil sem o conhecimento do ser humano para aplicá-la produtivamente. Um livro que não é lido não tem valor para ninguém (CRAWFORD, 1994, p. 21)

Crawford, portanto, entende que o diferencial está no ser humano, no processamento que este faz das informações recebidas, tornando-as úteis, significativas, aplicáveis de maneira produtiva. Neste sentido, temos que lembrar que hoje em dia o ser humano está submetido a uma chuva de informações diariamente, sobretudo devido ao uso das máquinas –computadores ligados à internet, celulares, televisão, etc.- é muito mais informação do que pode ser efetivamente processado. Isto é, o acesso à informação não garante necessariamente o conhecimento, o aprendiz precisa atribuir significado à informação de modo que esta passe a ter sentido para ele.

Guevara & Dib (2008) estabelecem um confronto entre a sociedade do conhecimento e a sociedade industrial. Esta estaria mais preocupada com a quantidade, com a produção a grande escala; nesse contexto, a informação é apresentada linearmente, obedecendo a uma hierarquia. Já na sociedade do conhecimento, dá-se mais valor à flexibilidade e à qualidade, em detrimento da quantidade:

Tantas são as incertezas do nosso mundo que o não conhecido, não formalizado, passa a ser valorizado, e não excluídos, como anteriormente. As constantes mudanças tornam o mundo mais dinâmico, lembrando as linhas entrelaçadas como em uma teia. A linearidade perde seu valor, precisamos de uma lógica de diálogo, que traz dentro de si a dedução e a indução. (GUEVARA & DIB, 2008, p.5).

O conhecimento não é estático, não é o produto acabado que é dado e que tem que ser assimilado, aprendido e reproduzido. O conhecimento é dinâmico e requer uma postura aberta, criativa, de busca constante, crítica, reflexiva.

Nesse cenário, identifica-se o delineamento de uma nova era: a era do conhecimento. “Esta se desenvolve no contexto de uma revolução tecnológica que possibilita movimentos de circulação de informações com velocidade e intensidade jamais previstas na história” (VIANA e FREITAS, 2002, apud FERRARI e LAPOLLI, 2003, p. 2). Diante dessa realidade, segundo as autoras, é evidente a necessidade de formação permanente dos profissionais. E, assim, vislumbra-se a Educação a Distância como uma alternativa plausível.

Segundo Perriault (apud BELLONI, 2006, p.47) está ocorrendo uma mudança extremamente importante quanto à posição relativa dos atores no campo da educação e da formação. A Educação a Distância, então, apresenta-se, nesse contexto da sociedade contemporânea, como uma modalidade de ensino e aprendizagem adequada para atender às novas demandas que surgem no âmbito da educação como consequência das mudanças da nova ordem econômica mundial (BELLONI, 2006).

CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Colunista Portal - Educação

O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.