CURSOS ONLINE GRÁTIS NA COMPRA DE UM DOS 1400 CURSOS ONLINE

Regras Para um Bom Texto Acadêmico

Artigo por Semíramis Franciscato Alencar Moreira - sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Tamanho do texto: A A

Evitem parágrafos muito longos, frases sem sentido ou argumentos fora do contexto
Evitem parágrafos muito longos, frases sem sentido ou argumentos fora do contexto
Dúvida cruel de todo mundo que entra no maravilhoso (e desesperador) mundo acadêmico - como redigir aqueles complexos trabalhos, com tamanha maestria? Na minha mais recente experiência no Ensino Superior tenho encontrado muitos alunos com essa dúvida cruel.

Dessa forma, resolvi escrever um pequeno manual acadêmico para quem quiser entender do riscado e se guiar. São regras gerais, que podem ser adaptadas ás necessidade do curso escolhido ou das orientações técnicas pertinentes á cada IES. Para se redigir um bom texto acadêmico, você deve ter em mente o foco que quer se alcançar - o tema do trabalho que foi proposto.

Você deve ler a bibliografia indicada, tecer suas próprias considerações sobre o texto, escrever um resumo do que foi lido e compreendido com suas próprias palavras. (grifado, em itálico e negrito para que fique bem compreendido!) Só então, a partir de um argumento, uma ideia-chave, você condensará e amarrará com as citações de autores, cujo pensamento fundamente o que você está escrevendo - é o que chamamos de dialogar com os autores.

Esses autores que serão citados podem estar no texto indicado ou não. Vale lembrar que toda citação deve ter aspas no início e no fim da mesma, em itálico, no espaçamento específico (expresso nas normas técnicas adotadas por cada universidade) e o autor deve ser sempre mencionado, por exemplo: Segundo BORGES (2009) "Quando a necessidade de saber quem somos, porque vivemos e para onde vamos aporta em nossas vidas, motivamo-nos por questões que, desde que o homem começou a pensar sobre o porquê da existência do mundo(...)" Recuo de dois espaços para citações acima de três linhas também faz o texto ficar esteticamente bem disposto.

Evitem parágrafos muito longos, frases sem sentido ou argumentos fora do contexto- muitas vezes um professor acaba dando nota baixa num aluno pois seu pensamento não foi capaz de explicitar a ideia central do que foi solicitado no trabalho.

O mais importante nos tempos atuais, além da coesão textual e da coerência é, sem dúvida, o plágio. Dessa forma, não copie textos ou faça recortes de textos da internet e os condense pois isso constitui plágio, que é uma violação de direito autoral - o direito da propriedade intelectual.

E como toda fraude, deve ser combatida pelos órgãos públicos. Assim, não serão considerados artigos que contenha plágio, quer em parte, quer no todo da obra. E não pensem que é difícil um professor descobrir uma obra plagiada: hoje em dia há excelentes softwares que os professores utilizam para descobrir as farsas.

Não se esqueçam de reler o que foi escrito, passar o corretor de texto do word para corrigir aqueles errinhos de grafia e de concordância e checar se a formatação está certa antes de imprimir ou de enviar o artigo.

Outro toque importante é que vocês procurem nomear o arquivo com um nome fácil, curto que faça menção á tarefa proposta (por exemplo: Atividade 3.1 - Raquel). Isso mostra qual é a atividade e de quem é o trabalho. Enfim, um bom trabalho acadêmico demanda disciplina, atenção, estudo e esmero. Acima de tudo, "Nunca desista de seus sonhos, pois se você fizer isso você continuará vivendo, mas terá deixado de existir" (C. Chaplin
CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Semíramis Franciscato Alencar Moreira

Tutora a distância da licenciatura em Pedagogia da UFLA.-MG Prof. do Curso Magistério da Rede Estad. de Ensino de MG Cursando o lato sensu em Design Inst. para EaD Virtual pela UNIFEI-MG Espec. em Docência de Ensino Superior pela UNESA-RJ Licenciada em Pedagogia - FAFI-SION - Campanha-MG -UEMG.