artigo

quinta-feira, 20 de setembro de 2012 - 17:06

Tamanho do texto: A A

A importância da música em sala de aula

por: Vinícius Pimentel Torres

Música em sala de aula
Música em sala de aula

Inicio meu artigo citando o seguinte pensamento, o qual o autor se faz desconhecido.


“As coisas mais simples e as mais sofisticadas se confundem. A sofisticação às vezes é encontrada na pura simplicidade. E a música é a linguagem mais direta, é aquela linguagem que não precisa de nada pra se explicar.”


Quando adentramos ao mundo musical, fica de fato claro, que a música se trata de algo “simples”, porém ao mesmo tempo algo que revela grandes feitos e histórias, a música possui o poder incrível de nos situar no tempo e espaço, seja ele qual for, passado, presente ou até mesmo o tempo em que viveremos futuramente.


Já foram tentadas diversas formas de inserir a música dentro das salas de aulas, porém quando nos deparamos com a realidade, percebemos que há uma defasagem quanto a este tema dentro das escolas, a nossa música popular brasileira é algo que precisa ser mais explorado, pois trata-se de algo infinitamente repleto de possibilidades e interpretações, a cada leitura de um texto musical nos deparamos com uma interpretação diferente, ou seja, por meio da leitura musical é possível construir diferentes tipos de visões e interpretações, criando assim um mundo de possibilidades de inserir na proposta pedagógica.


Comparo aqui a Música Popular Brasileira a um grande trem, e como combustível para movimentar essa condução, podemos colocar a própria História. Como passageiro dessa viagem é possível indicar as demais matérias que hoje compõe a grade curricular. (Português, Literatura, Matemática, Geografia, Ciências, Química, Física, Biologia, Sociologia, Ensino Religioso, Inglês, Espanhol e Educação Física). Ao passo que a História se movimenta e se constrói por meio da música, fica evidente que uma determinada música ou estilo musical, pode por meio de suas letras contar, denunciar, explorar e até mesmo definir a história de uma determinada época e seu povo.


Imaginem se um dia tivermos a oportunidade, de dar uma aula utilizando-se de algumas músicas tais como: “Águas de Março” de Tom Jobim, “Apesar de Você” de Chico Buarque ou até mesmo “O Tempo não para de” Cazuza. Posso afirmar que o trabalho por meio do texto musical é algo importantíssimo e precisa urgentemente ser orientado e explorado.


Finalizo o presente artigo, citando um trecho da música “Seduzir” de Djavan, no qual diz: “Cantar, é mover o dom, do fundo de uma paixão, Seduzir, as pedras, catedrais, coração”.

CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Vinícius Pimentel Torres

Terminei a graduação em letras e literaturas de línguas portuguesas, estou cada vez mais apaixonado pela literatura: - poema, crônica, conto, literatura hispânica, literatura africana e a maravilhosa literatura brasileira. Cada dia que passa sou desafiado pela nossa 'temida' gramática - sintaxe, morfologia, ortografia, semântica, etc. Atualmente estou cursando Pós em Orientação Educacional e Ped.

Educação e Pedagogia