artigo

sexta-feira, 31 de agosto de 2012 - 03:10

Tamanho do texto: A A

Análise crítico-reflexiva do filme: "Ao Mestre com Carinho"

por: Eronildo da Silva

O filme traz reflexões sobre alguns problemas sociais, raciais e adolescência
O filme traz reflexões sobre alguns problemas sociais, raciais e adolescência
1- Primeira cena: (No ônibus)

Nessa cena ocorre uma conversa entre três mulheres simples, que já não são tão jovens. O professor Thackeray fica constrangido, pois as mulheres falam a respeito dos homens. A conversa gira em torno do papel do homem, do ponto de vista das tais mulheres, que tratam o homem como objeto, quando na verdade, as mulheres é que sempre foram tratadas assim, principalmente nesse período dos anos 60/70. Elas falam das intimidades delas e se insinuam para o professor, que apesar de ser negro tem prestígio, pois é culto e se comporta muito educadamente, isso deixa o professor um pouco constrangido, pois ele não está acostumado com mulheres se insinuando, porque para a sociedade da época a mulher devia ser respeitada e respeitosa.

2- Segunda cena: (Encontro com o aluno ao chegar à escola)

Nessa cena podemos já perceber que o aluno tem um desvio de comportamento, pois ele estava fumando e trata o professor com ironia, evidenciando a rebeldia e que as regras ali não existiam. O que deixou o professor pensativo, como se tivesse tentando entender a situação, mas o professor não se intimida e segue adiante.

3- Terceira cena: (Primeiro contato com a turma- visual)
Nessa cena podemos observar que os jovens se vestem de forma diferente dos adultos, os trajes são apertados e curtos; os cabelos grandes e um pouco mal arrumados, pareciam dizer que não concordavam com a maneira de ser dos adultos da época. Os quais pareciam muito certinhos, mas que tudo era hipocrisia, pois nesse período muitas famílias eram divorciadas e isso deixava os jovens perturbados, e eles mostravam através das roupas, dos cabelos e de atitudes que não estavam à vontade com a situação.

4- Quarta cena: (Encontro na sala dos professores)

Nessa cena podemos observar que um dos professores se mostra pouco otimista com os alunos e diz que eles são alunos que foram rejeitados por outras escolas, ou seja, é “o aluno problema”. Então pergunta ao novo professor se ele é o novo cordeiro no matadouro, ou se ele é a ovelha negra, evidenciando o preconceito tanto em relação ao professor quanto o desprezo pelos alunos.

5- Quinta cena: (Encontro com a turma)

Nessa cena podemos observar a falta de respeito pelo professor e a falta de disciplina dos alunos. Que se comportam como se estivessem desfiando o professor. A rebeldia era presente naquele momento, os alunos se mostravam como se estivessem medindo força com o professor, provavelmente tentando intimidá-lo para que ele não levasse a diante seu propósito. Mas o professor reagiu.

6- Sequência das aulas

O professor inicia sua aula fazendo a chamada e em seguida pede para que os alunos leiam qualquer coisa do livro, então percebe que terá dificuldades, pois os alunos não possuem muito conhecimento e só querem brincar. Na sequência, uma professora o alerta que os alunos são de família violenta, e que outro professor tentou ser popular, mas não deu certo. Então ela pede para ele não levar em consideração as brincadeiras dos alunos, pois apesar de tudo eles são pessoas boas e se não se der bem com os alunos eles farão de tudo para acabar com o professor.
CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Eronildo da Silva

Possui Pós Graduação Lato Sensu - Linguística Aplicada ao Ensino de Língua Portuguesa pela FAFIRE - Faculdade Frassinetti do Recife. Licenciatura Plena em Letras, habilitação Português/Inglês pela FSM - Faculdade São Miguel (2012), além de estar cursando Ciências Biológicas pela UPE. Desenvolve Função de Professor na UPE - Escola de Aplicação - Campus Mata Norte - Professor Chaves - Nazaré da Mata

Educação e Pedagogia