artigo

terça-feira, 13 de março de 2012 - 10:28

Tamanho do texto: A A

Artigos científicos prontos

por: Redação Portal Educação

Evandro Silva Barros fala sobre compra de monografias
Evandro Silva Barros fala sobre compra de monografias

Com a popularização da internet e a crescente busca por qualificação, além da melhoria nos currículos das pessoas também veio a parte negativa dessa mistura, a ampliação dos serviços de venda de artigos científicos prontos.

A compra de monografias, dissertações e até teses ocorre sempre foi uma preocupação de professores, estudantes que estavam indo mal na produção do trabalho final, com muitas dificuldades, apareciam na última hora com um texto pronto, gerando suspeitas e colocando o orientador em uma situação complexa, já que não é possível afirmar com certeza de que o trabalho havia sido comprado.

Hoje em dia muitos sites oferecem “assessoria acadêmica” ou “consultoria intelectual”, mas nada mais são do que a venda de artigos científicos prontos, uma ação que prejudica a instituição, os professores e acadêmicos, jogando o processo de aprendizado e desenvolvimento educacional no lixo.

O professor Orlando Berti, da Universidade Estadual do Piauí, conta que uma das turmas de Jornalismo de uma das universidades privadas do Piauí é conhecida no meio como "Ctrl C + Ctrl V", isso porque mais da metade dos alunos foram flagrados em expedientes fraudulentos em seus TCCs. A reprovação dessa metade de alunos deu uma grande lição aos que tentaram fazer isso.

Há alguns anos entrevistei o advogado Evandro Silva Barros, Supervisor do Núcleo de Pesquisa e Monografia Jurídica da Universidade Católica Dom Bosco, que explicou um dos problemas que dificultam o trabalho de eliminação dessa prática: “A proibição de comprar a monografia, legalmente falando, não existe fora do âmbito da universidade. Você produzir monografias, para comercializá-las, não é efetivamente uma prática ilegal. Vai ser prática ilegal o aluno que utilizar dessa monografia e apresentar dentro da universidade, que vai ter uma regulamentação que proíbe isso.”

Atualmente, professores vem buscando formas de detectar compras de artigos científicos prontos para evitar o uso dessas monografias.

CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Redação Portal Educação

Desde 2001 o Portal Educação trabalha para mudar a vida das pessoas, com base na eficiência, confiabilidade e agilidade de seus serviços. Para isso, constituiu ao longo da sua trajetória uma empresa sólida, que forma cidadãos em mais de diversas áreas do conhecimento, incluindo, cursos online, pós-graduação, idiomas e plano de carreira, com o melhor e mais premiado ensino a distância do mundo.

Educação e Pedagogia