CURSOS ONLINE GRÁTIS NA COMPRA DE UM DOS 1400 CURSOS ONLINE

Educação presencial x à distância: por que fazer um curso online?

Artigo por Luiz Dourado Dias Junior - terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Tamanho do texto: A A

(Foto Divulgação) Educação presencial ou à distância? Escolha o seu!
(Foto Divulgação) Educação presencial ou à distância? Escolha o seu!
Certamente, em um momento em que tanto se fala em educação à distância, causaria certo espanto levantar um questionamento: "por que fazer um curso online?". Talvez isso explique o susto representado na imagem deste artigo, ou mesmo a preocupação de muitos professores com o avanço desta modalidade de ensino.

Mas, afinal, será que professores, alunos ou a sociedade em geral precisa temer a educação à distância? Em quais circunstâncias é bom/melhor fazer um curso online? Bem, essas e outras questões serão parte do esforço deste artigo, que objetiva qualificar a educação à distância como uma estratégia potencialmente inovadora de ensino.

Aparentemente, o grande temor trazido pela educação à distância está relacionado a sua pretensa ameaça aos professores que atuam, há muito na educação presencial, temendo serem substituídos ou tornados obsoletos a partir das tecnologias e dos cursos à distância. Nesse sentido, o novo certamente assusta, mas, certamente há espaço para todos e a educação à distância não vem com propósito de demolir a presencial, mas, concretamente traz grandes discussões que podem também transformá-la.

Quais são então as grandes diferenças entre educação à distância e presencial?  A educação à distância traz possibilidades maiores para a inclusão social, pois, amplia o alcance da educação presencial tanto no que tange ao espaço quanto ao tempo. Enquanto que na educação presencial, um professor tem um tempo fixo para atender sua turma, no qual dificilmente é possível atender individualmente cada aluno, a educação à distância possibilita atender a qualquer tempo e em qualquer espaço - não é preciso que os interlocutores sequer compartilhem fisicamente o mesmo espaço e tempo.

A partir do momento que ocorre essa transformação de espaço e tempo, a tendência é que ocorram também profundas transformações na relação professor e aluno. Assim, o papel de professores e alunos acaba sendo modificado na educação à distância, permitindo caracterizar mais uma diferença frente a educação presencial. Se na educação presencial, o professor define fortemente os conteúdos a serem aprendidos, na educação à distância estes estão sempre se expandindo, pois, sempre haverá um novo conteúdo, uma ideia nova sendo publicada, e assim a necessidade de diálogo, negociação, resolução de conflitos por parte do professor/tutor se torna ainda maior. O professor passa ser, muito mais, um mediador da aprendizagem, enquanto que o aluno tem sua autonomia incentivada.
CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Luiz Dourado Dias Junior

Graduado e Mestre em Ciência da Computação pela UFPA. Atualmente é analista de sistemas - Serviço Federal de Processamento de Dados. Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Desenvolvimento de Sistemas. Tem interesse de pesquisa nos seguintes temas: avaliação docente/institucional emancipatória, fóruns on-line, business process management e sistemas colaborativos.