artigo

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013 - 19:17

Tamanho do texto: A A

Marketing dos alimentos funcionais

por: Colunista Portal - Educação

Satisfazer a vontade do cliente
Satisfazer a vontade do cliente
A função do marketing, mais do que qualquer outra nos negócios, é lidar com os clientes. Entender, criar, comunicar e proporcionar ao cliente valor e satisfação constitui a essência do pensamento e da prática do marketing moderno. Talvez a definição mais simples de marketing seja a entrega de satisfação para o cliente em forma de benefícios e seus dois principais objetivos são: atrair novos clientes, prometendo-lhes valor superior, e manter os clientes atuais, proporcionando-lhes satisfação. (KOTLER & ARMSTRONG, 2003).

E, é neste contexto de entendimento das necessidades e satisfação dos clientes que os alimentos funcionais apresentam uma característica muito interessante. Com o aumento mundial das doenças crônicas não transmissíveis, os alimentos funcionais são mais uma das estratégias que o consumidor pode buscar para reduzir os riscos dessas doenças. Porém, as empresas desse setor não devem cair no erro de valorizar mais o produto do que os benefícios proporcionados por eles. Elas devem, por meio de dados científicos concretos e investimentos em qualidade do produto, alegar apenas o que realmente podem cumprir. Assim, terão mais êxito com a satisfação dos clientes.

A satisfação dos clientes depende do que o cliente percebe sobre o desempenho do produto em relação às suas expectativas. As empresas de referência em marketing se desdobram para manter seus clientes satisfeitos, pois, assim, repetem suas compras e contam aos outros suas experiências positivas com o produto. Segundo Kotler & Armstrong (2003), empresas inteligentes têm como objetivo “maravilhar” seus clientes, prometendo somente aquilo que podem oferecer e entregando mais do que prometem.

Os alimentos funcionais não devem ser vendidos como um produto milagroso, capazes de reduzir drasticamente determinadas doenças crônicas se forem consumidos, eles devem sempre estar associados a uma alimentação saudável e à prática regular de exercício físico para garantirem promoção à saúde e uma melhor qualidade de vida.

As autoridades de saúde e defesa do consumidor dos Estados Unidos têm fiscalizado com mais rigor as empresas fabricantes de alimentos funcionais, não tanto pela eficácia dos produtos, mas pelas promessas que seus rótulos alegam. Em 2009, 40 companhias já foram acionadas judicialmente por estes órgãos, mais que o dobro do ano de 2008.

Entre essas empresas estão a Coca-Cola, General Mills e Danone. Em maio de 2009, a General Mills foi obrigada pela FDA em alterar a embalagem de um dos seus produtos, depois de técnicos desse órgão julgarem que as promessas de redução do colesterol contida no rótulo, segundo a empresa “todas clinicamente comprovadas”, davam a entender que o produto tinha atuação semelhante a um medicamento. (REVISTA EXAME, 2009).
CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Colunista Portal - Educação

O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.

Nutrição

ASSINE E RECEBA GRÁTIS

e-Book
livro digital

Grátis um e-book mensalmente. Assine já e receba o e-book: INGLÊS PARA
NEGÓCIOS

Top10
Artigos

Receba e leia os principais artigos sobre diversos
temas. São mais de 30 áreas!

Palestras online

Assista palestras ao vivo toda quinta-feira e veja as dezenas de palestras gravadas em várias áreas

Lições de inglês

Atividades totalmente interativas para você exercitar o seu
inglês!

e-Revista
revista digital

Todo trimestre, uma nova edição sobre os principais temas de cada área. Boa leitura!