CURSOS ONLINE GRÁTIS NA COMPRA DE UM DOS 1400 CURSOS ONLINE

Tumores Malignos

Artigo por Colunista Portal - Educação - sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Tamanho do texto: A A

É um tumor maligno caracterizado por formação de cartilagem
É um tumor maligno caracterizado por formação de cartilagem
Osteossarcoma (Sarcoma osteogênico)
Corresponde ao tumor maligno de células mesenquimais mais comum originado no interior do tecido ósseo e que tem a capacidade de produzir osteóide ou osso imaturo.

A média de idade para acometimento é de 33 anos, apresentando um pico bimodal quando o tumor é extragnático. Tumefação, dor, mobilidade dos dentes, parestesia, obstrução nasal (maxila), reabsorção radicular (reabsorção em espigão) são características clínicas comuns.

O aspecto radiográfico clássico é o de raios de sol causado pela produção de osso osteofítico na superfície da lesão, principalmente na análise de uma radiografia oclusal. A alteração radiográfica inicial é o aumento do espaço do ligamento periodontal pela infiltração tumoral. Os patologistas subdividem o tumor em osteoblástico, condroblástico e fibroblástico dependendo das quantidades relativas de osteóide, cartilagem ou fibras colágenas.

A Tomografia Computadorizada é indicada para demonstrar o grau de extensão do tumor sendo de grande valia para determinar os limites da cirurgia.

O tratamento indicado é a associação de quimioterapia pré e pós-operatória com cirurgia radical. As metástases geralmente atingem os pulmões e o cérebro. O prognóstico é sombrio.

Osteossarcoma periférico justacortical
Representa a neoplasia maligna que cresce para fora a partir da superfície do córtex ósseo, não envolvendo a cavidade medular subjacente. Divide-se em dois tipos:

Parosteal: representa um nódulo lobulado aderido ao córtex ósseo por uma base curta, sem elevação do periósteo ou reação periosteal periférica. É um sarcoma de baixo grau que deve ser removido por excisão radical.

Periosteal: é uma lesão séssil que se origina dentro do córtex e eleva o periósteo suprajacente, com formação de reação periosteal periférica. A excisão cirúrgica radical com ampla margem de segurança é a indicação de tratamento.

Condrossarcoma
É um tumor maligno caracterizado por formação de cartilagem pelas células tumorais, apresentando prevalência pela sexta e sétima décadas de vida, com localização mais frequente na maxila.

Clinicamente aparece como uma massa ou tumefação indolor, podendo causar obstrução nasal, epistaxe, fotofobia ou perda da visão (maxila).

Radiograficamente consiste em uma radiotransparência destrutiva com bordas maldefinidas contendo focos radiopacos dispersos resultantes da calcificação da cartilagem neoplásica. O alargamento simétrico do espaço do ligamento periodontal e a reabsorção radicular irregular são notados nos dentes envolvidos pelo tumor.

O tratamento indicado é a excisão cirúrgica radical, pois o concrossarcoma não responde bem à radioterapia e a quimioterapia.

Sarcoma De Ewing
É um tumor maligno composto de pequenas células indiferenciadas redondas, com pico de prevalência na segunda década de vida (20 anos ou menos) e um maior acometimento nos homens.

Clinicamente a dor associada à tumefação, mobilidade dentária e parestesia são os sintomas mais comuns. O tumor penetra nas corticais, resultando em uma massa nos tecidos moles que recobrem a área afetada do osso, acometendo mais a mandíbula que a maxila.

Radiograficamente ocorre uma destruição lítica irregular do osso com margens mal definidas. Nos ossos gnáticos produz alargamento do espaço do ligamento periodontal, destruição dos folículos dos dentes não erupcionados, deslocamento dentário, reabsorção, crescimento e eritema dos tecidos moles suprajacentes.

O tratamento consiste em cirurgia, quimioterapia (em um esquema de multidrogas) e radioterapia em tumores inacessíveis. Estes sarcomas metastatizam para os pulmões, fígado e linfonodos.




CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Colunista Portal - Educação

O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.