CURSOS ONLINE GRÁTIS NA COMPRA DE UM DOS 1400 CURSOS ONLINE

Doença Venérea - HPV

Artigo por Ronaldo de Jesus Costa - sexta-feira, 30 de março de 2012

Tamanho do texto: A A

Foto Divulgação
Foto Divulgação
A doença venérea – HPV, na verdade, deve ser tratada por doença sexualmente transmissível, pois a possibilidade de contaminação não ocorre somente pelo contato sexual (venéreo). A transmissão ocorre por contato direto com a pele infectada, e apesar de raro, estudos demonstram a presença dos vírus na pele, na laringe (cordas vocais) e no esôfago. Ainda assim, o contágio é basicamente sexual (INCA, 2012).

O agente causador da doença venérea - HPV é um vírus, da família papovaviridae, chamado de Papiloma Vírus Humano.

Existem mais de 200 subtipos de vírus da doença venérea HPV, porém, os mais prevalentes são os definidos com o número 16 e 18 (INCA, 2012). O tipo de HPV 16, de alto risco oncológico, foi considerado pela IARC (Internacional Agency for Research on Cancer) como definitivamente carcinogênico para a raça humana (ELEOTÉRIO JR. et. al., RAMA, et. al., 2006).

O HPV é o causador do condiloma acuminado (do grego kondilus = tumor redondo e do latim acuminare = tornar pontudo) (PEREZ et al., 2000, apud CASTRO. & BUSSOLOTI FILHO, 2006), também chamado de “crista de galo”, que são verrugas comuns na região genital (INCA, 2012).
CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Ronaldo de Jesus Costa

Farmacêutico e Bioquímico Especialização em Farmacologia Mestre em Genética e Biologia Molecular Tutor de Ensino a Distância - Portal Educação