CURSOS ONLINE GRÁTIS NA COMPRA DE UM DOS 1400 CURSOS ONLINE

Alergias - Reações Alérgicas ou de Hipersensibilidade

Artigo por Colunista Portal - Educação - terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Tamanho do texto: A A

Exames comprovam reação alérgica
Exames comprovam reação alérgica

Alergias ou Reações Alérgicas são reações de hipersensibilidade imunológica mediadas por anticorpos ou linfócitos T contra um antígeno estranho (alérgeno).


Basicamente, o sistema de defesa do organismo reage de uma forma exacerbada a um antígeno estranho, muito além do que deveria, causando a alergia ou reação alérgica e em geral provocando mais danos que o próprio antígeno causaria.


O Quadro mostra os tipos de reações hipersensíveis associadas com os sintomas.

 

Quadro. Classificação dos distúrbios de hipersensibilidade

TIPO I - HIPERSENSIBILIDADE MEDIADA PELA IGE (IMEDIATA)
Anticorpos IgE ocupam receptores em mastócitos. Dentro de poucos minutos de exposição ao alérgeno um antígeno multivalente se junta a IgE, e ativa a desgranulação dos mastócitos. Mediadores pré-formados ou formados na hora são liberados, e causam vasodilatação, contração do músculo liso visceral, estimulação da secreção de muco pelas glândulas do corpo, aumento da permeabilidade vascular. Mediadores do ácido aracdônico, citocinas e outras proteínas induzem a fase tardia da resposta inflamatória que ocorre algumas horas depois. Existem 2 subgrupos de alergias IgE - mediada.
A. ATOPICA  É o grupo de doenças (rinite alérgica, asma, dermatite, gastroênteropatia alérgica) que ocorre em certas pessoas com uma tendência hereditária a desenvolver anticorpos IgE contra múltiplos órgãos envolvidos com antígenos ambientais.

B.ANAFILATICA
Certos alérgenos (especialmente drogas, picada de insetos, látex e alimentos) podem induzir à resposta mediada pela IgE, causando uma generalizada liberação de mediadores pelos mastócitos que resulta numa anafilaxia sistêmica. Esta é caracterizada por hipotensão ou choque pela vasodilatação total, broncoespasmo, contração uterina e gastrointestinal, urticária ou angioedema. É uma condição potencialmente fatal e pode afetar pessoas com alergia atópica ou não. Urticária e angioedema são formas cutâneas da anafilaxia muito comuns, e tem o melhor prognóstico.
TIPO II - HIPERSENSIBILIDADE MEDIADA POR ANTICORPO (CITOTÓXICA)
A reação citotóxica envolve uma reação entre IgG ou IgM contra antígeno aderido à célula (do órgão afetado). Isso tipicamente resulta em ativação da cascata do complemento e destruição da célula, a qual o antígeno está aderido. Um exemplo é a anemia hemolítica ou doença hemolítica do recém nascido.
TIPO III - HIPERSENSIBILIDADE MEDIADA POR IMUNOCOMPLEXO
Anticorpos IgG ou IgM podem formar complexos com o alérgeno e este imunocomplexo se deposita nos tecidos e pode ativar o complemento. Com concentração similar de anticorpo e alérgeno, a reação de Arths, uma resposta inflamatória cutânea e subcutânea, ocorre da mesma forma que doença do soro (uma doença sistêmica caracterizada por febre, artralgias e dermatites).
TIPO IV - HIPERSENSIBILIDADE TARDIA MEDIADA POR CÉLULAS T
A manifestação mais comum deste tipo é a dermatite de contato, no qual o alérgeno causa inflamação na derme por contato direto com a pele. A reação ocorre depois de um período latente de 1-2 dias. A pneumonite hipersensível ou alveolite alérgica é uma doença pulmonar mediada por células T.

 

MARTINS, Ricardo. Imunologia Clínica. Portal Educação e Sites Associados. Disponível em:
<http://www.portalfarmacia.com.br/farmacia/cursos/cursos_detalhes.asp?id=75>. Acesso em: 01 dez. 2008.

CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Colunista Portal - Educação

O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.