artigo

segunda-feira, 30 de junho de 2008 - 14:26

Tamanho do texto: A A

7 doenças mais comuns na gravidez

por: Colunista Portal - Educação

Dieta adequada na gravidez
Dieta adequada na gravidez
Fique por dentro dos sintomas, tratamentos e formas de prevenção para ter uma gestação tranquila

Com certeza alguém já disse a você que gravidez não é doença. Isso é verdade, mas a fase requer cuidados especiais, sim! “A gestação é um período de transformações físicas e emocionais. Um pré-natal bem feito é fundamental”, sugere a ginecologista obstetra Rosa Maria Neme, diretora do Centro de Endometriose São Paulo (SP), que listou as sete doenças mais comuns da gravidez para que você possa se proteger:

Asma

O que é: problema pulmonar causado por obstrução das vias aéreas.
Por que surge na gravidez: o aumento do volume uterino e as alterações metabólicas típicas da gestação modificam a fisiologia da respiração. Outros facilitadores são os refluxos e as infecções respiratórias relacionadas à queda da imunidade.
Sintomas: falta de ar, chiado no peito, secreção, tosse.
Tratamento: medicamentos broncodilatadores e corticoides por via oral ou inalatória.
Prevenção: evite fatores que podem desencadear a crise asmática, como cigarro, frio, infecções respiratórias e poluição.

Anemia ferropriva

O que é: deficiência de ferro que interfere na formação de hemoglobina, proteína do sangue responsável pelo transporte de oxigênio para as células.
Por que surge na gravidez: dieta inadequada, falta de reposição de ferro e diluição natural do sangue na gestação devido o aumento da retenção de líquido.
Sintomas: fraqueza, palidez, falta de fôlego, sono excessivo.
Tratamento: medicamento oral ou injetável à base de ferro.
Prevenção: suplementação de vitaminas e dieta balanceada, rica em agrião, espinafre, lentilha, feijão branco, frutas secas, gema de ovo, fígado, escarola, melão, abacate, entre outras fontes de ferro.

Cistite

O que é: infecção das vias urinárias.
Por que surge na gravidez: a progesterona (hormônio predominante na gravidez) provoca uma dilatação das vias urinárias que impede a bexiga de se esvaziar completamente, favorecendo a infecção.
Sintomas: desejo frequente de urinar, sensação de ardor ao urinar, dor no baixo ventre, sangramento.
Tratamento: o antibiótico é prescrito após exame de urina para identificar o agente responsável pela infecção que, se não for tratada rapidamente pode atingir os rins (pielonefrite), provocar rotura da bolsa ou parto prematuro.
Prevenção: ingestão de líquidos e não prender a urina.
CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Colunista Portal - Educação

O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.

Farmácia