CURSOS ONLINE GRÁTIS NA COMPRA DE UM DOS 1400 CURSOS ONLINE

Intoxicação por medicamentos

Artigo por Colunista Portal - Educação - terça-feira, 1 de janeiro de 2008

Tamanho do texto: A A

Medicamentos como agente tóxico
Medicamentos como agente tóxico
Você sabia que as intoxicações e as reações adversas por medicamentos são:

• 1.º lugar no ranking como agente de intoxicação nos centros de controle de toxicologia e farmacovigilância de todo o país;
• No Estado do RS, segundo CIT/RS é de quase 30%.
• No Estado de SP, segundo CEATOX/HC/USP de 07/96 a 06/97 foi de 42%.
• A faixa etária mais atingida é justamente a mais desprotegida, a de 1 a 4 anos;
• No Estado do RS, as crianças de 1-4 anos representam quase 40% das vítimas.
• 2.ª a 3.ª causa de óbito em todo o país, variando quanto à causa e à circunstância;
• No RS, em 1999 foi a 2.ª causa mais frequente de morte, segundo CIT/RS, sendo responsável por 21% do total de óbitos registrados, perdendo para os agropesticidas por 02 casos.
• Cerca de 17% dos medicamentos usados por idosos são considerados desnecessários ou ineficazes ou perigosos (relação custo/benefício desfavorável). O maior problema não é a automedicação e sim a consulta em vários especialistas que prescrevem isoladamente;
• Em todo mundo, 30% dos pacientes internados desenvolvem RAMs;
• No Estado do RJ, 50% das reinternações são devidas a utilização incorreta do medicamento prescrito ou por abandono da farmacoterapia;
• No RJ, 50% dos pacientes internados tem reação adversa, com 5% de evolução fatal. Quanto aos pacientes ambulatoriais, só 5% desenvolvem reações adversas sem nenhum caso de óbito registrado.

Esse mesmo estudo no RJ mostrou que quanto maior o n.º de medicamentos administrados conjuntamente, maior n.º de RAMs:

% de RAMs. 7% - 16% - 66% - 100%
N.º de Medicamentos 01 – 02 – 03 - 04

• Em Campo Grande, dados do CIT/MS sobre tentativa de suicídio em 2000, apontam os medicamentos como agente tóxico de escolha (43%) seguido por agrotóxico de uso agrícola (15%). Assume o 2.º lugar em êxito de morte em 30% dos casos (acometendo mais as mulheres) contra quase 70% para inseticida agrícola (acometendo mais os homens). Apresentou um índice de letalidade de 4%, ou seja, 4% daqueles que ingeriram medicamentos com intuito do autoextermínio evoluíram para óbito.

• Trabalhos publicados na "Revista Brasileira de Toxicologia" 14.ª edição, ano 2001, sobre intoxicações e reações adversas por medicamentos, consultou vários C.C.I. e incriminou os analgésicos como a dipirona, os salicilatos e o paracetamol, como responsáveis por mais de 10% dos total de casos ocorridos nas principais cidades brasileiras. Mostrou também que nas crianças de 1 a 4 anos são frequentes os acidentes com AAS e AINES, e nos adultos é grande a incidência de tentativa por suicídio por medicamentos psicotrópicos e até mesmo pela linha OTC como dipirona, muito frequente no sexo feminino.

As intoxicações por medicamentos são, indiscutivelmente, o maior percentual de notificações de agravo à saúde registrados nos grandes centros urbanos, representando cerca de 40 a 70% do total de casos e com elevado número de mortes ou complicações clínicas graves. Nesse contexto estão alocadas as drogas:

1º. lugar = analgésicos/ antitérmicos/ Anti-inflamatórios
2º. lugar = antidepressivos e estimulantes
3º. Lugar = cardiovasculares

Nas seguintes circunstâncias:
• Iatrogenia (erro médico ou de profissional de saúde)
• Overdose
• Associação Medicamentosa
• RAM (Reação Adversa à Medicamento)
CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Colunista Portal - Educação

O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.