CURSOS ONLINE GRÁTIS NA COMPRA DE UM DOS 1400 CURSOS ONLINE

Preparo de Meios de Cultura

Artigo por Colunista Portal - Educação - quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Tamanho do texto: A A

Existem diferentes tipos de meios de cultura
Existem diferentes tipos de meios de cultura
Os meios de cultura fornecem o conjunto de nutrientes na quantidade adequada para a manutenção dos micro-organismos simulando o ambiente original. Os micro-organismos são capazes de se desenvolverem em muitos lugares diferentes, porém cada um deles têm algumas particularidades quanto às necessidades nutricionais e condições físicas para seu melhor desempenho, por isso existem diferentes tipos de meios de cultura, que são produzidos de acordo com a necessidade dos micro-organismos que se quer cultivar. Podemos classificar os meios de cultura de acordo com vários aspectos, veremos a seguir suas classificações recorrentes.

Classificação quanto ao estado físico
Os meios de cultura podem ser classificados de acordo com seu estado físico em: sólidos, líquidos ou semissólidos. Os meios sólidos possuem um agente solidificante, em geral ágar, em uma concentração de 1 a 2 %. Os meios semissólidos são mais gelatinosos, em uma consistência intermediária com a presença de menos de 1% de agente solidificante. Essa menor consistência permite uma maior motilidade do micro-organismo em cultivo. Os meios líquidos não possuem agentes solidificantes e são frequentemente usados em culturas iniciais, para transferência para outros meios (repiques) e em provas bioquímicas.

Classificação quanto a constituição
Podem ser naturais ou sintéticos. Quando naturais são compostos por extratos vegetais ricos nutricionalmente como extrato de tomate e tubérculos ou extratos de origem animal como caldo de carne, de fígado, cérebro, entre outros. No caso dos meios de origem sintética a composição química de cada elemento constituinte é conhecida e são selecionadas criteriosamente de acordo com o micro-organismo alvo, em geral utilizado para diagnósticos e pesquisa.

Também quando a composição pode ser classificada como básicos ou especiais. Os meios básicos contêm os nutrientes essenciais e permitem o crescimento de uma grande variedade de micro-organismos. Já os meios especiais são preparados de acordo com a necessidade de alguma espécie em particular, em geral possui a mesma constituição de um meio básico com acréscimo de algum nutriente ou composto. Por exemplo, ágar sangue, trata-se de um meio de ágar simples com adição de solução sanguínea ou meio Loeffler, que possui apenas soro bovino em acréscimo.

Classificação quanto a finalidade

Outra classificação existente é de acordo com o tipo de cultivo pretendido. Abaixo estão descritos as principais categorias de meios usadas:

Meios de Transporte e Conservação
: são usadas no início de um cultivo. Por exemplo, se queremos cultivar uma bactéria que está em um alimento ou superfície é o primeiro meio que usamos para dar condições da bactéria tornar-se viável caso o ambiente que ela se encontrava originalmente fosse desfavorável.

Exemplo: Meio Cary Blair, é um meio formulado com pouco nitrogênio para impedir a multiplicação de micro-organismo sendo suficiente apenas para a manutenção dos já presentes. Muito usado para o transporte de material fecal para análise microbiológica.

CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Colunista Portal - Educação

O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.