CURSOS ONLINE GRÁTIS NA COMPRA DE UM DOS 1400 CURSOS ONLINE

Fisiologia Geral: Formação da Urina

Artigo por Colunista Portal - Educação - sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Tamanho do texto: A A

A formação da urina começa nos rins
A formação da urina começa nos rins
A formação da urina começa nos rins, nos néfrons, que são as unidades funcionais dos rins, onde a urina é realmente formada. Cada rim possui aproximadamente um milhão de néfron, que são formados por túbulos contorcidos e microscópicos.


No processo de formação de urina, a arteríola aferente é um ramo da artéria renal em uma região envolvida pela cápsula de Bowman. Enrola-se, formando o glomérulo. Quando o sangue passa pelo glomérulo, uma parte do plasma extravasa por meio da cápsula de Bowman, ocorrendo o processo de filtração. O filtrado glomerular possui tanto substâncias úteis ao organismo, como glicose, água, sais minerais, aminoácidos e vitaminas, quanto excretas inúteis ao organismo. As substâncias úteis precisam ser reabsorvidas, ou seja, passar dos túbulos do néfron para os capilares que os envolvem por meio de mecanismos especiais que as células dos túbulos possuem, sendo o processo de reabsorção.


Ao longo do trajeto pelos túbulos do néfron também ocorre a passagem de algumas substâncias dos capilares para os túbulos, que é o processo de secreção. Dessa maneira, pode-se dizer que na formação da urina fazem parte os processos de filtração, reabsorção e secreção de substâncias, e desses processos resta nos túbulos do néfron as excretas (principalmente ureia) e o excesso de sais minerais e de água. A urina segue para o túbulo coletor e deste sai dos rins por meio dos ureteres, sendo armazenada na bexiga urinária e eliminada para o meio exterior por meio da uretra.


Existe um hormônio indispensável no processo de controle da urina, que é o hormônio antidiurético (ADH). O ADH é produzido no hipotálamo e atua no túbulo contorcido distal dos néfrons, estimulando a reabsorção passiva de água. Em outras palavras, diminui a quantidade de urina. O papel do ADH é importantíssimo; sem ele a diurese pode chegar a 20 litros, quando o normal está na faixa de 1,5 litros. A desidratação e a sede tornam-se intensa. A ingestão de bebidas alcoólicas inibe a produção de ADH, dessa maneira aumentando a diurese.
CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Colunista Portal - Educação

O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.