CURSOS ONLINE GRÁTIS NA COMPRA DE UM DOS 1400 CURSOS ONLINE

Métodos Empregados na Limpeza de Artigos

Artigo por Colunista Portal - Educação - quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Tamanho do texto: A A

Limpeza mecânica dos artigos
Limpeza mecânica dos artigos
O instrumentador cirúrgico deve realizar a limpeza de qualquer artigo e instrumental de maneira rigorosa e meticulosa, desenvolvendo para cada tipo de artigo, a melhor forma de executar essa tarefa.

É necessário selecionar o método que seja mais adequado ao artigo utilizado, de acordo com as demandas e com os recursos disponíveis na instituição hospitalar. Definido este requisito, a limpeza pode ser realizada de forma manual ou mecânica.

Limpeza manual dos artigos
É um procedimento realizado manualmente, onde a sujidade é removida por meio da ação física aplicada sobre a superfície do artigo, utilizando detergente, água e artefatos como escova e esponjas.

Os principais materiais recomendados para a limpeza manual são:
Equipamento de proteção individual;
Escova de cerdas macias;
Recipiente para diluição de detergente com cesto vazado;
Recipiente para lubrificante;
Dosador graduado;
Pia com cuba e torneira de água com jato direcionável;
Escova e adaptador para limpeza de lúmem.

A limpeza manual oferece maior risco de contaminação ao profissional de saúde, seja por respingos de matéria orgânica em mucosas, seja pelos acidentes com material perfurocortante, portanto o uso de equipamentos de proteção individual se faz necessário.

São recomendações importantes para a limpeza manual:
Restringir a limpeza manual para os artigos delicados que não possam ser processados por métodos mecânicos;
Empregar preferencialmente soluções enzimáticas;
Utilizar escovas são abrasivas, contendo cerdas macias e esponjas. Mantê-las limpas e secas;
Não utilizar palhas de aço ou saponáceo, pois esses causam danos na superfície do artigo;
Estabelecer frequência de limpeza das escovas e providenciar a substituição das que estiverem em más condições de uso;
Enxaguar as peças abundantemente com água até remover a sujidade e o detergente;
Utilizar equipamentos de proteção individual adequados, tais como luva grossa de borracha antiderrapante de cano longo, avental com mangas longas impermeáveis, bota de borracha, gorro, protetor facial ou máscara e óculos de proteção;
Remover instrumentos cortantes quando imersos em soluções de limpeza com o auxílio de uma pinça e não com as mãos para evitar acidentes;
Limpar os artigos individualmente;
Inspecionar instrumentais longos e com lumens com atenção;
Trocar a solução seguindo as orientações do fabricante ou sempre que estiver saturada
A escovação deve ser realizada com o artigo submerso, evitando a formação de aerossóis quando se escova sob água corrente.

Limpeza mecânica dos artigos
A limpeza mecânica dos artigos é um processo onde se utiliza tecnologia automatizada que combina temperatura, tempo, produto químico e ação mecânica.

Esta forma de limpeza reduz o risco de acidentes ocupacionais aos profissionais que trabalham na limpeza dos artigos e proporciona o registro e a padronização do processo, portanto uma melhor qualidade.

A principal desvantagem deste processo é o custo inicial elevado e o uso limitado de alguns materiais como, por exemplo, os fibroscópios e as óticas, que muitas vezes podem ser danificadas pela intensidade da pressão do jato de água e da solução utilizada na lavadora.

Destacaremos abaixo os tipos de lavadoras que realizam este processo com segurança. São elas:
Lavadora ultrassônica;
Lavadora de descarga;
Lavadora termodesinfetadora;
Lavadora esterilizadora;
Lavadora pasteurizadora.

O uso de lavadoras específicas para a limpeza de artigos diminui a possibilidade de acidentes com material biológico, devido à redução da manipulação dos artigos contaminados.

Apesar disso, o instrumentador cirúrgico ou o profissional da Central de Material deve utilizar sempre os equipamentos de proteção individual.

São recomendações importantes para a limpeza mecânica de artigos e instrumentais cirúrgicos:
Observar criteriosamente a escolha de lavadoras para limpeza que utilizam temperatura, pois há necessidade de um jato de água fria previamente para não coagular as proteínas;
A água deve ser mantida em torno de 43°C, prevenindo assim a coagulação das proteínas e favorecendo a remoção de sujidades;
Prever tratamento específico da água antes da instalação da lavadora, uma vez que a dureza da água é um fator que pode alterar a vida útil dos equipamentos;
Para utilização de detergentes, devem-se consultar as instruções do fabricante de cada equipamento;
Promover o enxágue abundante com o objetivo de remover sujidade e os resíduos do detergente;
Realizar o enxágue final com água deionizada.

Os materiais recomendados para a limpeza mecânica dos artigos e instrumentais cirúrgicos são:
Equipamentos de proteção individual, tais como luva grossa de borracha antiderrapante de cano longo, avental impermeável, bota de borracha, gorro, protetor facial ou máscara e óculos de proteção;
Solução de detergente enzimático específico para lavadora, indicado pelo próprio fabricante da lavadora;
Solução desinfetante quando em ciclo de desinfecção termo química indicado pelo fabricante da lavadora;
Racks, cestos aramados de aço inox, bandeja com tampa.

Lavadora ultrassônica
Este tipo de lavadora remove a sujidade pelo processo de cavitação, ou seja, ocorre a dispersão de inúmeras bolhas produzidas pelas oscilações de ondas ultrassônicas.

Essas bolhas implodem na superfície das peças, criando pressões negativas e ventosas que dissolvem e dispersam os resíduos que se encontram aderidos nos artigos e instrumentais.

É um método efetivo de limpeza dos artigos e instrumental cirúrgicos, principalmente daqueles que possuem conformações complexas e lumens.

Lavadora desinfetadora e esterilizadora
Com essa lavadora a limpeza é realizada pela força do spray e dos jatos de água, associada à ação do detergente para a remoção da sujidade.

É um processo que envolve sucessivas etapas como, por exemplo, a pré-lavagem com água fria, a lavagem com detergente e do enxágue.

A solução de detergente é aplicada sob pressão por meio de bicos ou braços rotativos existentes na lavadora.

Geralmente, o enxágue final emprega a água leve deionizada e o ciclo completo inclui a secagem realizada com ar quente.

A lavadora desinfetadora utiliza água quente em uma das etapas do processo de limpeza, promovendo a morte dos microrganismos termossensíveis pela termocoagulação.

A lavadora esterilizadora realiza um ciclo completo de lavagem e um ciclo de esterilização.

Lavadora de descarga
Esse tipo de lavadora destina-se à limpeza e à desinfecção de artigos utilizados na higiene pessoal dos pacientes como, por exemplo, comadres, patinhos ou papagaios e frascos de vidro para a coleta de secreções e excreções.

A lavadora não necessita de esvaziamento prévio dos recipientes, visto que os dejetos são direcionados a rede de esgoto na fase inicial do processamento, não voltando a circular nas próximas etapas.

Lavadora pasteurizadora
É uma lavadora destinada à limpeza e à descontaminação de artigos em substituição aos produtos químicos.

O seu processo começa com um ciclo de lavagem com duração aproximada de 30 minutos, possibilitando a destruição da maioria dos microrganismos patogênicos.

A relação de tempo e temperatura varia de acordo com o tipo de artigo que será processado e com seu desempenho durante todo o processo.

INSTRUMENTAIS CIRÚRGICOS
Os instrumentais cirúrgicos envolvem uma enorme gama de artigos que se classificam como críticos, sendo utilizados em praticamente todos os procedimentos cirúrgicos.

O maior desafio de uma Central de Material Esterilizado é garantir a integridade, a funcionalidade e o controle do instrumental cirúrgico utilizado nos procedimentos cirúrgicos após cada reprocessamento.

Por esse motivo, é necessário que cada hospital por meio da sua equipe de enfermagem e da sua comissão interna de controle da infecção hospitalar elabore sua rotina de acordo com a praticidade e a realidade local.

As atividades de prevenção são primordiais para a manutenção da qualidade dos artigos. Dessa forma, obtêm-se resultados satisfatórios na sua utilização.

O instrumentador cirúrgico deve proceder à limpeza adequada destes instrumentais, pois ele é o responsável por zelar por estes materiais, demonstrando assim sua responsabilidade com o paciente e com toda a sua equipe cirúrgica.

Para isso, deve saber seguir as principais recomendações:
Encaminhar o instrumental cirúrgico ao processo de limpeza o mais rápido possível para facilitar a remoção de sujidades aderidas em reentrâncias;
Evitar o ressecamento da matéria orgânica na superfície do instrumental cirúrgico com o uso de uma solução enzimática em forma de spray, gel ou espuma que o mantenha úmido;
Usar sempre o equipamento de proteção individual para manipular instrumentais cirúrgicos e demais artigos;
Adotar o processo de limpeza mecânica, diminuindo assim a exposição dos profissionais aos riscos ocupacionais;
Lavar cada peça individualmente com escova apropriada, friccionando delicadamente o corpo, as articulações e a cremalheira da pinça, na direção das ranhuras.
Realizar a lavagem manual do instrumental cirúrgico delicado, pois ele pode ser danificado se for colocado em máquina;
Escolher um método de limpeza que seja eficaz e conserve o instrumental, uma vez que a imersão prolongada deste artigo em produtos químicos pode danificá-lo e reduzir sua vida útil;
Separar o instrumental cirúrgico cortante e pesado, colocando os itens leves sempre por cima dos primeiros;
Desmontar o instrumental cirúrgico, sempre que possível;
Abrir as pinças e desconectar componentes desmontáveis;
Colocar o instrumental cirúrgico de modo organizado nos cestos aramados para que todos fiquem expostos à ação da lavadora;
Utilizar produtos e escovas não abrasivas, a fim de evitar a corrosão das peças;
O instrumental cirúrgico pontiagudo deve ser aberto, limpo com cuidado, enxaguado e novamente fechado;
Nos artigos canulados, utilizar pistola de água sob pressão e ar comprimido.
Utilizar, na lavadora ultrassônica, apenas instrumentos com o mesmo tipo de liga metálica, pois pode ocorrer transferência de íons e produção de pontos de corrosão e quebra, se houver ligas diferentes;
Limpar o instrumental cirúrgico e outros artigos recém-adquiridos para remover poeiras e gorduras antes da primeira esterilização e de primeiro uso;
Enxaguar abundantemente o artigo
Realizar secagem rigorosa, em área limpa, com bancada previamente desinfetada com álcool 70% e forrada com tecido de cor clara, para facilitar a inspeção;
Inspecionar criteriosamente a qualidade da limpeza, com auxílio de lentes e de boa iluminação;
Lubrificar as articulações do instrumental cirúrgico com lubrificantes minerais e permeáveis ao vapor, já que os produtos oleosos podem abrigar esporos bacterianos, mesmo após o processo de esterilização.
CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Colunista Portal - Educação

O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.