artigo

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009 - 12:53

Tamanho do texto: A A

Luz intensa pulsada (LIP)

por: Colunista Portal - Educação

Luz intensa pulsada (LIP)
 
            A pele vai adquirindo ao longo da vida uma aparência mais envelhecida, influenciada por vários fatores. Os sinais da idade e os danos solares são mais visíveis na face das pessoas. A pele da face pode se tornar áspera, espessa, amarelada, inelástica (sem elasticidade), fosca e seca. Aparecem as pigmentações tipo sardas, os poros se dilatam e surgem as rugas.
            No pescoço e colo, a pele se torna atrófica, pequenos vasos sanguíneos se dilatam e as sardas também se tornam presentes. Nos braços e mãos, ocorrem as manchas senis, púrpuras (manchas roxas) surgem espontaneamente ou devido a pequenos traumas que podem provocar lesões cicatriciais esbranquiçadas. A pele se torna áspera, inelástica e seca.
            O fotoenvelhecimento surge nas áreas da pele expostas ao sol, devido ao efeito repetitivo da ação dos raios ultravioleta. Esta ação varia de indivíduo para indivíduo, pois depende do grau de pigmentação da pele, da predisposição individual e da frequência e duração da exposição solar no decorrer da vida. Geralmente surge a partir dos 40 anos.
            Há vários tratamentos para a melhora destas condições, desde simples cremes, a aplicação de produtos, peelings e mesmo cirurgia. A tendência observada é a aplicação de tratamentos combinados e as clínicas tendem a apresentar vários tratamentos, e assim o médico vai poder escolher o que melhor se adapta a cada situação. Entre estes tratamentos se encontra o Laser e a Luz Intensa Pulsada.
Estes novos tratamentos passaram então a ser então oferecidos para várias situações do envelhecimento facial e corporal.
            Os modernos tratamentos com Laser e Luz Pulsada seguem uma nova tecnologia de luz chamada NÃO ABLATIVA. Assim são chamados porque pretendem melhorar a pele sem provocar alterações que obriguem ao afastamento do trabalho e das atividades cotidianas.
            O aparelho de luz intensa pulsada usa uma tecnologia que emite luz, mas não é um laser. No entanto, assim como nos aparelhos de laser, esta luz gera calor na pele, que atinge vários tipos de alvo: a melanina (sardas), os vasos sanguíneos (microvarizes da face e colo) e o colágeno (flacidez e rugas).
            Sendo assim, o tratamento inicia-se de forma superficial, para combater as lesões superficiais, como as sardas e microvarizes. Posteriormente, se aprofunda, para estimular a produção de um novo colágeno, dando aspecto de uma pele mais limpa, viçosa e tonificada, com grande melhora das rugas.
            A Luz Intensa Pulsada atinge a superfície da pele e permite corrigir várias lesões da pele facial e corporal decorrentes do fotoenvelhecimento como: rugas finas, envelhecimento facial, envelhecimento das mãos, do dorso e pescoço, vasos faciais muito finos, rosácea, manchas senis, danos solares, mudanças de textura da pele, olheiras, poiquilodermia (manchas, vasos e envelhecimento do colo e pescoço), manchas e pigmentações.
             A Luz Intensa Pulsada (LIP) é uma fonte de energia luminosa que tem várias aplicações. Diferentemente do Laser, a LIP apresenta diversos comprimentos de onda, isto é, todo ou parte do espectro luminoso, enquanto que o Laser apresenta um comprimento de onda único.
CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Colunista Portal - Educação

O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.

Estética