artigo

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009 - 16:29

Tamanho do texto: A A

Técnica de administração de medicamentos injetáveis

por: Colunista Portal - Educação

A administração segura e precisa de medicamentos é uma das mais importantes responsabilidades do profissional de enfermagem. O profissional é responsável pela compreensão dos efeitos e de uma droga, pela administração correta, pela monitorização da resposta do paciente e pelo auxílio ao paciente na auto-administração correta.
A capacidade de administrar medicamentos é uma das habilidades mais importantes que o profissional da enfermagem leva ao leito do paciente. A administração segura e efetiva dos medicamentos é considerada por muitos profissionais da enfermagem como a razão de seu sucesso.
A organização das rotinas de administração de medicamentos é importante e deve ser compreendida por todos os que participam do serviço. Assim, vários métodos são adotados para assegurar precisão na preparação, distribuição e anotação dos medicamentos.
É claro que para oferecer medicamentos com exatidão requer muito conhecimento técnico, habilidade, dedicação, atenção e constante processo de reciclagem.

Quando se fala em administração de medicamentos a equipe responsável por esse procedimento tem que ser treinada e sempre observar o que se denomina de cinco certos para que sejam evitados erros na administração.
Os cinco passos certos para administração medicamentosa são:
1. Medicamento certo
2. Dose certa
3. Via certa
4. Horário certo
5. Paciente certo


Du gás (1988) afirma que para completar a administração de muitas medicações, é necessário proporcionar medidas de assistência de enfermagem capazes de suplementar a ação da medicação.
O mesmo autor enfatiza que as reações das pessoas às diferentes medicações variam. A reação do paciente a qualquer medicação é importante e deve ser cuidada.
O registro de qualquer reação anormal ao medicamento deve ser anotado do prontuário. O profissional deve julgar a eficácia do fármaco como o alivio da dor, redução da febre, diminuição do edema, mudança no aspecto da urina. Para isso o profissional deve ter conhecimento sobre a farmacologia.
É importante atentar que às vezes os pacientes apresentam reações colaterais, como conseqüência de uma medicação (náuseas, vômitos, diarréia, por exemplo).

CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Colunista Portal - Educação

O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.

Enfermagem