artigo

quinta-feira, 2 de agosto de 2012 - 17:43

Tamanho do texto: A A

Simples e completo: o exame físico realizado pelos enfermeiros

por: Tulio Carreira

Simples e completo: o exame físico realizado pelos enfermeiros
Simples e completo: o exame físico realizado pelos enfermeiros

Os exames físicos de enfermagem têm por objetivo diagnosticar problemas associados a patologias no paciente através de certas técnicas. São examinados diferentes sistemas e aparelhos: cabeça e couro cabeludo, face, pescoço, tórax, mamas, sistemas respiratório e cardiovascular, entre outros - geralmente o enfermeiro se concentra nas áreas relacionadas à principal queixa do paciente.



O exame se divide em quatro etapas: inspeção, ausculta, palpação e percussão. É importante que o paciente esteja confortável física e psicologicamente em todos os momentos do exame físico. A primeira parte diz respeito à inspeção. O enfermeiro observa o estado aparente da saúde do paciente, observando o tamanho e a forma do crânio, posição e movimento do mesmo, o couro cabeludo, saliências (como tumores) e higiene; características raciais, condições da pele e expressão fisionômicas também são levantadas.



O enfermeiro prossegue verificando a condição dos olhos, ouvidos, nariz, garganta e boca, comparando os dois lados do corpo e reconhecendo possíveis anormalidades. A ausculta é a parte do exame físico em que a audição é aplicada, portanto deve ser realizada em ambiente silencioso. O enfermeiro examina os sons gerados pelo corpo através do estetoscópio. Os tipos de som variam de acordo com o órgão examinado.



Na palpação, o enfermeiro se utiliza de suas mãos para enxergar o que não é possível aos olhos. São identificados nódulos ou massas ao aplicar pressão sobre determinadas áreas do corpo e geralmente a palpação fornece informações sobre a sensibilidade dolorosa do paciente. Já a percussão diz respeito à vibração e consequentes ondas sonoras através do batimento da superfície corporal com um dedo.



O som gerado tem timbre, intensidade e tonalidade específicos. Quanto maior a densidade do órgão, menos discernível e mais breve será o som produzido. No exame físico de enfermagem, são levantadas as condições globais do indivíduo no sentido de buscar informações relevantes para subsidiar o auxílio físico e psicológico a ser prestado para o paciente.



Quaisquer anormalidades verificadas são anotadas para diagnóstico posterior; além de verificar se o paciente mostra todos os sintomas de alguma patologia que apresente, o exame também pode ser usado para comprovar o bom funcionamento dos órgãos e sistemas que, na prática, não são analisados necessariamente em uma ordem.

CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Tulio Carreira

Estudante de Ciência & Tecnologia e Engenharia de Gestão na Universidade Federal do ABC e formado em Telemática pelo CEAP, já atuou no mercado como Analista de Sistemas, tendo também trabalhado no setor administrativo de instituições educacionais. Me encontre em: http://http://www.getninjas.com.br/producao-e-revisao-de-textos--2

Enfermagem