CURSOS ONLINE GRÁTIS NA COMPRA DE UM DOS 1400 CURSOS ONLINE

Atribuições do enfermeiro em pediatria

Artigo por Colunista Portal - Educação - quarta-feira, 11 de abril de 2012

Tamanho do texto: A A

Uma das áreas de atuação é auxiliar o atendimento ao recém-nascido
Uma das áreas de atuação é auxiliar o atendimento ao recém-nascido
O enfermeiro ao longo dos anos vem buscando um saber embasado técnica e cientificamente para a realização de um cuidado eficaz e consequentemente uma melhor qualidade de vida ao paciente e ao próprio profissional de saúde, a partir da satisfação profissional.

Com o objetivo principal de manter o bem-estar da criança e sua reabilitação, a enfermagem vem desenvolvendo uma nova concepção de assistência integral, com inserção de novas responsabilidades ao pessoal de enfermagem, aperfeiçoando os métodos de trabalho, técnicas, normas e rotinas (CAMPESTRINI, 1991).

Com o decorrer dos anos, a preocupação com a saúde das crianças vem aumentando em todas as potências mundiais, mesmo em países subdesenvolvidos, onde as taxas de morbimortalidade infantil destacam-se.

Criou-se o Estatuto da Criança e do Adolescente, houve a repressão do trabalho infantil, acelerou-se a fiscalização sobre a violência e abuso sexual na infância, destaca-se em várias campanhas educativas a prevenção de acidentes na infância, estimula-se a criança a frequentar a escola, as políticas de saúde na atenção à criança baseiam-se na prevenção educativa entre pais e filhos, enfim, várias ações são implementadas no cotidiano das crianças para que se tornem adultos mais saudáveis física e psicologicamente.

A Lei nº 8.069 de 1990 institui o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), regulamentando os direitos das crianças e adolescentes a partir das diretrizes contidas na Constituição Federal de 1988, e na inter-relação de algumas normativas internacionais como: Declaração dos Direitos da Criança (Resolução 1.386 da ONU – 20 de novembro de 1959), Regras Mínimas das Nações Unidas para a administração da Justiça da Infância e da Juventude (Regras de Beijing Resolução 40/33 da ONU – 29 de novembro de 1985) e Diretrizes das Nações Unidas para a Prevenção da Delinquência Juvenil (Diretriz de Riad – ONU 1º de março de 1988).
CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Colunista Portal - Educação

O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.