CURSOS ONLINE GRÁTIS NA COMPRA DE UM DOS 1400 CURSOS ONLINE

Punção venosa

Artigo por Colunista Portal - Educação - quarta-feira, 17 de abril de 2013

Tamanho do texto: A A

Ao avaliar as punções do paciente estipula-se as trocas dos cateteres
Ao avaliar as punções do paciente estipula-se as trocas dos cateteres
A punção venosa é o procedimento realizado quando há necessidade de administrar medicações e/ou soluções por via endovenosa no paciente, seja para hidratação, tratamento ou profilaxia. Na maioria dos pacientes em regime de internação há necessidade de realizar infusão endovenosa de drogas para tratamento.

Esse procedimento é realizado por técnicos de enfermagem e enfermeiros e inclui a seleção do local apropriado e do tipo de cânula a ser utilizada. Alguns dos fatores que podem interferir na técnica são a condição do paciente, habilidade do profissional e o material utilizado. Na escolha da cânula deve-ser ter em mente o tipo de solução administrada, a duração esperada da terapia endovenosa, a compleição física e idade do paciente e a disponibilidade das veias.

Segundo Brunner & Suddarth (1998) a principal complicação que pode causar uma punção venosa sem a técnica asséptica adequada é a Flebite uma inflamação que ocorre nos locais de punção venosa tendo como sinais e sintomas iniciais a dor na área, pele hiperemiada, rubor e edema local podendo agravar se não for diagnosticada a tempo.

Segundo López & Cruz (2001) as complicações imediatas que podem ocorrer em decorrência de uma punção venosa são: ruptura da veia, que obrigará a procurar outra, mudando de local e reação alérgica a medicação que está sendo administrada; as complicações tardias dizem respeito à infiltração, que ocorrerá por má conservação do local de venopunção e a Flebite provocada pela quantidade de líquidos perfundindo na mesma via, ou por reação ao material utilizado na punção.

A punção venosa em domicílio é realizada nos casos de administração de soluções e/ou medicações. Este procedimento é exclusivo da enfermagem, pois possui técnica asséptica para o desenvolvimento e também conhecimento técnico científico.

A manutenção das punções venosas no paciente é feita pela avaliação através do exame físico, do local puncionado, e das medicações parenterais que necessitaram da punção venosa. O enfermeiro ao avaliar as punções do paciente estipula as trocas dos cateteres.
CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Colunista Portal - Educação

O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.