CURSOS ONLINE GRÁTIS NA COMPRA DE UM DOS 1400 CURSOS ONLINE

O conceito de alongamento

Artigo por Colunista Portal - Educação - terça-feira, 9 de abril de 2013

Tamanho do texto: A A

O alongamento pode ser utilizado como manobra terapêutica
O alongamento pode ser utilizado como manobra terapêutica
Alongamento muscular são exercícios físicos para manter ou desenvolver a flexibilidade. O alongamento é uma das mais importantes categorias de exercícios que podem ser prescritos para manter e restaurar o equilíbrio normal em cada uma destas estruturas: o músculo, a fáscia, o tendão e o ligamento.

Estes podem exibir um grau de rigidez aumentado – que conduz ao funcionamento não ótimo em determinada articulação secundária – e restringir a amplitude de movimento disponível. O alongamento muscular permite modificar o comprimento do músculo, visando manter ao mesmo tempo, características mecânicas e funções neuromusculares.

Alongamento terapêutico

O alongamento pode ser utilizado como manobra terapêutica para aumentar o comprimento de tecidos moles que estejam encurtados, podendo ser definido também como técnica utilizada para aumentar a extensibilidade músculo-tendinosa e do tecido conjuntivo Peri articular, de tal modo contribuindo para aumentar a flexibilidade articular.

Benefícios dos alongamentos

Um programa regular de alongamento proporciona:

-Aumento da flexibilidade, resistência e força muscular;
-Diminuição de dores e desconfortos musculares;
-Boa mobilidade muscular e articular;
-Melhora da aparência física e imagem pessoal;
-Melhora do alinhamento postural estático e dinâmico;
-Facilitação dos processos de aquecimento/desaquecimento em atividades esportivas;
-Redução de encurtamentos do sistema muscular;
-Diminuição dos riscos de lesões músculo-articulares;
-Aumento do relaxamento muscular e melhora da circulação sanguínea;
-Melhora da coordenação motora.

Objetivos

-Restaurar a amplitude de movimento normal na articulação envolvida e a mobilidade das partes moles adjacentes a esta articulação;
-Aumentar a flexibilidade geral antes de exercícios vigorosos de fortalecimento;
-Minimizar o risco de lesões músculo-tendíneas relacionadas a atividades físicas;
-Prevenir o encurtamento ou tensionamento irreversíveis de grupos musculares;
-Facilitar o relaxamento muscular.

Indicações

-Quando a ADM está limitada como resultado de contraturas, adesões ou tecido cicatricial, levando ao encurtamento de músculos, tecido conectivo e pele;
-Quando existe fraqueza muscular e retração nos tecidos opostos. Os músculos retraídos devem ser alongados antes que os músculos fracos possam ser efetivamente fortalecidos;
-Quando as limitações da movimentação da articulação causam deformidades esqueléticas evitáveis que podem influenciar na simetria corporal e postura.

Contraindicações

-Bloqueio ósseo limitando a mobilidade articular;
-Inflamação ou infecção nas estruturas envolvidas;
-Presença de dor aguda;
-Integridade óssea ou vascular comprometida;
-Presença de hematomas ou outras indicações de traumatismos teciduais;
-Comprometimento ou falta de estabilidade ou integridade articular;
-Fratura recente.

Precauções do alongamento terapêutico

-As articulações não devem ser forçadas além da amplitude normal de movimento;
-Estabilizar fraturas recém-consolidadas;
-Evitar alongamentos vigorosos após uma imobilização prolongada, devido à perda de tensão sofrida pelos tendões e ligamentos, podendo resultar em ruptura;
-Cuidados com pacientes com osteoporose, repouso prolongado no leito, idade avançada;
-Presença de dor acentuada durante a realização do alongamento;
-Dor articular ou muscular com mais de 24 horas de duração, após a técnica.

Neste caso, pode ter havido micro lesões nas estruturas dos sarcômeros.

Métodos de alongamento

Os quatro principais tipos de alongamento são: alongamento estático, por inibição ativa, balístico e dinâmico.
CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Colunista Portal - Educação

O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.