CURSOS ONLINE GRÁTIS NA COMPRA DE UM DOS 1400 CURSOS ONLINE

As explicações científicas: métodos e técnicas na produção de conhecimento

Artigo por Claudnira Castro Cysne - domingo, 17 de fevereiro de 2013

Tamanho do texto: A A

O conhecimento científico é cumulativo, histórico, mas não é absoluto
O conhecimento científico é cumulativo, histórico, mas não é absoluto
Resumo: O artigo apresentado tem como fonte de inspiração o filme “O Óleo de Lorenzo”, discorre e argumenta sobre a espiral de produção de conhecimento, onde reflete sobre a quem compete autorizar e reconhecer conhecimentos produzidos pelos cientistas ou por leigos. Evidencia os paradigmas da ciência positivista - neutralidade, objetividade e unicidade do método.

O conhecimento científico é cumulativo, histórico, mas não é absoluto, as certezas podem vir a ser questionadas e substituídas, as pesquisas científicas refletem as condições objetivas e subjetivas da época e do pesquisador, assim como, o que deve ser pesquisado de acordo com os interesses políticos e econômicos, o poder de quem detém o recurso financeiro, também determina o que deve ser pesquisado, o que é produto vendável.

Introdução

O filme O Óleo de Lorenzo é um drama baseado em fatos reais. O enredo retrata uma forte situação vivida por um casal de historiadores que possui um filho e este, começa a apresentar por volta dos seis anos uma doença incurável que abala profundamente a estrutura familiar. O garoto é diagnosticado portador de uma doença rara e hereditária, cuja manifestação pode ocorrer entre os cinco a dez anos, é degenerativa e ataca as células do cérebro provocando vários efeitos irreversíveis.

Os sintomas da doença é disfagia, dificuldade de deglutir, afasia, dificuldade de comunicação, os movimentos ficam difíceis e prejudicam a fala, ocorrem alterações do controle motor, retardo mental, convulsões, anomalias faciais, perda da memória, da vista, da audição, dentre outros comprometimentos. Na década de 70, a mortalidade da criança acometida pela enfermidade era uma constante e o óbito era previsto para um período de até vinte quatro meses após o seu aparecimento, pouco se conhecia sobre a doença e a medicina não oferecia nenhum tipo de tratamento resolutivo.

A adrenoleucodistrofia - ALD é uma doença genética rara que se inclui no grupo das leucodistrofias, onde existe comprometimento de um cromossomo, sua ocorrência está vinculada a herança genética que é transmitida por mulheres portadoras e que afeta fundamentalmente aos filhos de sexo masculino.

Diante do conhecimento das informações acima citadas, num contexto de dor e sofrimento vivenciado pela criança – Lorenzo, seus pais – Augusto e Michaela Odone, e sabedores da inexistência de tratamento imediato e eficaz, os pais resolvem estudar e pesquisar sozinhos. A intenção era descobrir algo que impedisse o avanço da doença. Os Adones não aceitam a morte certa do filho, resolvem duvidar das certezas dos cientistas, por amor ao menino e esperança na cura, buscam conhecer e aprofundar conhecimentos de domínio dos expertises para proporcionar qualidade de vida a Lorenzo.

No processo investigativo, os pais se diferenciam dos cientistas, uma vez que não levam em consideração aspectos da ciência positivista, o amor ao filho não permite o distanciamento, a neutralidade evidenciada pelo paradigma citado.

CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Claudnira Castro Cysne

Graduada em Serviço Social pela Universidade da Amazônia-UNAMA. Especialista em Serviço Social na Gestão das Políticas Sociais e Saúde Pública.Facilitadora do Curso de Especialização na Gestão da Clinica pelo Sirio Libanês/MS. Integrante do Núcleo Pedagógico Permanente-NPP da Escola Técnica do SUS/Pará. Coord. do Curso de Vigilância em Saúde e Curso de Qualificação ao Agente de Endemias.