CURSOS ONLINE GRÁTIS NA COMPRA DE UM DOS 1400 CURSOS ONLINE

A Solidariedade Humana

Artigo por Frankc José de Andrade Medeiros - terça-feira, 30 de outubro de 2012

Tamanho do texto: A A

A Solidariedade Humana
A Solidariedade Humana

Até que ponto somos capazes de dividirmos o pouco que temos com alguém que nunca nos ajudou ou com algum desconhecido?


Até que ponto somos capazes de suprimir as nossas necessidades em prol das necessidades das pessoas que precisam mais do que nós?


Para quem nunca passou nenhum tipo de privação, essas questões são muito difíceis de responder (pelo menos para a maioria das pessoas), mas para quem já passou por dificuldades financeiras que conseguiu superar, é um pouco mais fácil, porque, usando de empatia, coloca-se rapidamente no lugar dos necessitados e percebe como é bom ter uma mão amiga que o auxilie nestes momentos difíceis, ajudando-o a levantar-se.


Solidarizarmo-nos com as pessoas, sejam elas de raça, credo ou classes sociais diferentes, é abrirmos o nosso coração para a fraternidade e para a comunhão do amor. É propagarmos um dos mais belos ensinamentos de Jesus, o nosso Senhor: “Amai-vos uns aos outros da mesma forma que vos amei”.


A solidariedade humana, portanto, deve superar as mais diversas barreiras que se colocarem em seus caminhos. Deve fazer o bem, sem olhar a quem, porque não basta somente ajudar. Deve-se fazer de coração. Ela nos faz crescer espiritual e moralmente.


É tão lindo o sorriso de felicidade de uma criança humilde ao receber um brinquedo de presente! É tão gostoso observarmos nos rostos das pessoas que ajudamos o semblante estampado da gratidão!


Deus em sua onipotência legou-nos sabedoria e humildade para nos irmanarmos às causas sociais, fazendo da solidariedade algo prazeroso de se praticar.


Infelizmente, hoje em dia, o mundo todo sofre com carência de solidariedade humana dos que podem, mas se negam a ajudar por alguma razão. Os poucos voluntários do amor, por mais que queiram, não conseguem ajudar a todos os necessitados.


Na África, por exemplo, as ajudas humanitárias não conseguem chegar aos seus destinos, por causa dos guerrilheiros civis que controlam o país e que saqueiam todas as cargas de remédios e alimentos enviados por pessoas do mundo todo. Resultado: milhares de pessoas morrendo de fome a toda hora neste país.

Aqui no Brasil, outro exemplo de covardia, cara-de-pau e falta de punição é o seguinte: Algumas pessoas encarregadas de transportar as cargas de alimentos, roupas e remédios para os necessitados, saqueiam essas em proveito próprio, sem que nada lhes aconteça. As autoridades têm conhecimento, mas nunca fazem nada.



Portanto, para a solidariedade humana fazer-se representar em quaisquer partes do mundo com obtenção de êxito, é necessário que os líderes e autoridades mundiais solidarizem-se com os movimentos, ajudando-os e apoiando-os da melhor maneira possível.

CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Frankc José de Andrade Medeiros

Idade: 48 anos Profissão: líder de produção atualmente desempregado e corretor de imóveis. Qualidades: pontualidade, assiduidade, comprometimento com a qualidade e com o serviço. Defeito: ser sincero demais Hobby: Escrever poesias com temas diversos Sonho: Terminar a faculdade editar o meu acervo de poesias e um livro intitulado Menores Abandonados Escolaridade: 2º ano de Administração de empres