CURSOS ONLINE GRÁTIS NA COMPRA DE UM DOS 1400 CURSOS ONLINE

Preconceito, hora de exclui-lo

Artigo por Cainan Afonso de Almeida - domingo, 12 de agosto de 2012

Tamanho do texto: A A

Somos Todos Iguais!
Somos Todos Iguais!
Hoje em dia vivemos em um mundo de diferenças, porém em algumas vezes essas diferenças causam problemas, como o preconceito que foi citado no vídeo de Felipe Neto, "Não Faz Sentido! - Preconceito". Neste vídeo ele apresentou assuntos em que o preconceito esta presente em nosso dia a dia.

O Preconceito não passa de um conceito que criamos antes de saber o que aquilo realmente é, onde por esse falso conceito muitas vezes maltratamos o próximo e nem pensamos nas consequências daquele fato. Infelizmente atualmente o preconceito sempre esta presente em várias situações de nossas vidas. O preconceito esta fortemente ligado a diferença de cor de pele, este é um dos maiores preconceitos existentes hoje em dia, as pessoas julgam, se afastam, excluem da sociedade os outros por causa da cor, são preconceituosas em relação à classe social, opção sexual, religião, deficiências físicas e mentais, entre outras formas que proporcionam o preconceito.

O preconceito vem de crenças, e é causado por nossas diferenças, muitas vezes acontecem choques culturais, o que pode desencadear esta situação. A cor da pele é um dos principais motivos de preconceito, pode começar de maneira "simples" como exemplo: na escola, sua professora solicita um trabalho em grupo, você prefere a pessoa da mesma cor que você, mas pode chegar a graus elevados e inaceitáveis que é caso do racismo.

A classe social também é um dos motivos que causam preconceito atualmente, o modo de se vestir, até mesmo a beleza, como foi citado no vídeo, "play boy babaca" só por ser bonito é considerado um babaca, ou uma garota que seja Linda é taxada como a gostosa, fútil e burra que não merece atenção. Nascer rico, de certa forma parece que a pessoa é culpada de alguma coisa, as pessoas não conseguem aliar riqueza com humildade, tem muitas pessoas ricas que são humildes, porém apenas por terem uma situação econômica vantajosa são chamadas de metidas, play boys, patricinhas, mais julgamos sem conhecê-las, podem ser humildes também.

CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Cainan Afonso de Almeida

Meu nome é Cainan, tenho 16 anos, estou cursando o 2º ano do Ensino Médio, e também faço estágio no Juizado Especial Cível de minha cidade, busco oportunidades e cada vez mais aprendizado.