CURSOS ONLINE GRÁTIS NA COMPRA DE UM DOS 1400 CURSOS ONLINE

Pós-graduação pela internet Faça uma pós-graduação e ganhe um Tablet CONHEÇA OS CURSOS
Inglês E Espanhol on-line CONVERSAÇÃO AO VIVO COM OS MELHORES TUTORES APRENDA AGORA
CURSOS PROFISSIONALIZANTES ON-LINE Aprenda uma nova profissão, sem sair de casa. Saiba mais
Crie GRÁTIS uma Universidade Corporativa para sua empresa CRIAR AGORA Em 3 minutos seus colaboradores terão acesso a cursos gratuitos. Conheça nossas soluções em capacitação para Instituições Públicas SAIBA MAIS Dezenas de projetos desenvolvidos com Instituições de todo o país.

Pteridófitas

Artigo por Colunista Portal - Educação - segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Tamanho do texto: A A

As pteridófitas são um grupo de filos de vegetais vasculares sem semente divididos em raiz, caule e folhas. Foram provavelmente o primeiro grupo vegetal vascularizado. Suas características permitiram-lhes atingir maiores dimensões do que qualquer outra planta terrestre existente até então, transformando-as nas primeiras plantas a abandonar por completo o meio aquático. Entretanto, ainda necessitam de água para a reprodução. Incluem samambaias e cavalinhas, dentre outras.

O seu ciclo de vida possui duas fases alternantes: a fase gametofítica (gametófito) e a fase esporofítica (esporófito). Nas pteridófitas, o esporófito é a fase dominante, de maior porte, ao contrário do que acontece nas briófitas (ou musgos), grupo que antecede as pteridófitas.

O esporófito produz esporos, que são dispersados pelo vento. Os esporos possuem metade do número cromossômico (n) do esporófito (2n), e, ao cairem no solo em condições favoráveis de nutrientes e água, germinam dando origem ao protalo. O protalo é um indivíduo geralmente insignificante e de vida curta que produz gametas para dar origem a uma nova planta.

O gametófito é a fase de vida transitória, e normalmente não é enxergado a olho nu. Em muitas espécies, é preciso que haja uma relação simbiótica entre o gametófito e espécies de fungo do solo para que o primeiro consiga sobreviver. O gametófito produz estruturas "sexuais" que irão dar origem a gametas "masculinos" (anterozóides) e "femininos" (oosferas). Para que haja a fecundação é precisa a presença de água. Do zigoto formado pela fusão dos gametas cresce então um esporófito com o número total de cromossomos (2n).

Samambaias e avencas são pteridófitas bem conhecidas e muito utilizadas como plantas ornamentais. Porém esta definição geral inclui também vários outros grupos de plantas que actualmente são considerados em várias divisões, uma vez que se descobriu que o anterior táxon era polifilético.

CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Colunista Portal - Educação

O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.