CURSOS ONLINE GRÁTIS NA COMPRA DE UM DOS 1400 CURSOS ONLINE

Desnaturação e Renaturação

Artigo por Colunista Portal - Educação - quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Tamanho do texto: A A

Recombinação da molécula de DNA
Recombinação da molécula de DNA
Desnaturação e renaturação são fenômenos físicos fundamentais para os processos de replicação, transcrição e recombinação da molécula de DNA. A desnaturação ocorre quando as pontes de hidrogênio entre as cadeias complementares se rompem e as fitas se separam. O inverso é chamado de renaturação, e permite que todas as propriedades originais da molécula sejam restabelecidas.

Soluções de DNA, em pH = 7,0 e temperatura ambiente, são altamente viscosas. A desnaturação da estrutura secundária do DNA pode ser obtida em solução por aumento da temperatura, por titulação com ácidos ou álcalis e por agentes desnaturantes, como a formamida e o dimetil-sulfóxido (DMSO).

Em altas temperaturas ou pH extremos o DNA sofre desnaturação, isto porque ocorre ruptura das pontes de hidrogênio entre os pares de bases. Esta desnaturação faz com que diminua a viscosidade da solução de DNA. Durante a desnaturação nenhuma ligação covalente é desfeita, ficando, portanto as duas fitas de DNA separadas. 

Quando o pH e a temperatura voltam ao normal, as duas fitas de DNA espontaneamente se enrolam formando novamente o DNA dupla fita. Este processo envolve duas etapas: uma mais lenta, pois envolve o encontro casual das fitas complementares de DNA, formando um curto segmento de dupla hélice; e outra mais rápida, envolvendo a formação das pontes de hidrogênio entre as bases complementares, reconstruindo a conformação tridimensional.

Os ácidos protonizam os anéis nitrogenados de A, G e C, enquanto os álcalis desprotonizam os anéis nitrogenados de U e T. Esses tratamentos geram grupos carregados no interior da hélice, rompendo as pontes de hidrogênio entre as bases.

Através da medida da absorbância da luz ultravioleta no espectrofotômetro, é possível acompanhar a desnaturação da molécula de DNA.  A medida de absorção da luz UV a 260nm é máxima, e ocorre quando as fitas da dupla hélice estão completamente separadas e as bases expostas ao meio. A absorbância também aumenta com o aumento da temperatura, desnaturando a molécula.

Os agentes desnaturantes têm maior facilidade em romper as duas pontes de hidrogênio que ligam as bases A e T, do que as três pontes de hidrogênio que ligam as bases C e G. Portanto, são necessárias temperaturas mais elevadas, pH mais alcalino e maiores concentrações de agentes desnaturantes para romper as bases C e G, do que as bases A e T.
CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Colunista Portal - Educação

O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.