artigo

terça-feira, 1 de janeiro de 2008 - 00:00

Tamanho do texto: A A

Staphylococcus

por: Colunista Portal - Educação

Os estafilococos são células esféricas Gram-positivas que geralmente se dispõem em cachos irregulares semelhantes a cachos de uva. Crescem rapidamente em diversos meios de cultura e mostram-se ativos metabolicamente, fermentando carboidratos e produzindo pigmentos que variam de branco a amarelo intenso. Alguns são membros da microbiota da pele e das mucosas de humanos, outras provocam supuração, formação dos abscessos, várias infecções piogênicas e até mesmo septicemia fatal. Os estafilococos patogênicos hemolisam o sangue, coagulam o plasma e produzem uma série de enzimas e toxinas extracelulares.

O tipo mais comum de intoxicação alimentar é causado por uma endotoxina estafilocócica termoestável. Os estafilococos desenvolvem rapidamente resistência a agentes microbianos e constituem problemas terapêuticos difíceis.

O gênero Staphylococus tem pelo menos espécies. As espécies de maior importância clínica são Staphylococcus aureus ,  Staphylococcus epidemidis e Staphylococcus saprophyticus. O Staphylococcus é um importante patógeno em seres humanos. Quase todos os indivíduos apresentam algum tipo de infecção por essa espécie durante sua vida, cuja gravidade vai desde uma intoxicação alimentar ou infecção cutânea de pouca importância até infecções graves potencialmente fatais. O Staphylococcus aureus é coagulase positivo, o que o diferencia das outras espécies. Os estafilococos coagulase-negativos são membros da microbiota humana normal e, algumas vezes, causam infecções quase sempre associadas a dispositivos e aparelhos implantados, sobretudo m pacientes muito jovens, idosos e imunocomprometidos. Cerca de 75% dessas infecções causadas por estafilococos coagulase-negativo são devido a  espécies; as infecções causadas por  Staphylococcus warneri, Staphylococcus hominis e por outras espécies são menos comuns. O S. saprophyticus representa um agente relativamente comum de infecções do trato urinário em mulheres jovens. Algumas espécies são importantes em veterinária.

Os estafilococos produzem catalase, que os diferencia dos estreptococos, fermentam lentamente muitos carboidratos, produzindo ácido láctico, mas não gás. A atividade proteolítica varia acentuadamente de uma cepa para outra. Os estafilococos patogênicos produzem muitas substâncias extracelulares.

CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Colunista Portal - Educação

O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.

Biologia