CURSOS ONLINE GRÁTIS NA COMPRA DE UM DOS 1400 CURSOS ONLINE

Diferentes formas de obtenção de alimentos - Uma questão de sobrevivência

Artigo por Edilson Wisenfad - domingo, 18 de novembro de 2012

Tamanho do texto: A A

Resumo

Este estudo demonstra que animais de diferentes espécies necessitam alimentar-se, para assim, extrair nutrientes, a fim de permitir a sua sobrevivência. O regime alimentar dos animais recebem três denominações: carnívoro, herbívoro e omnívoro. Enquanto o conjunto de ações que promovem a procura, captura e consumo de alimentos se denomina comportamento alimentar. Características próprias foram adquiridas por cada grupo, com diferentes regimes de alimentação. No grupo dos carnívoros os grandes felinos apresentam normalmente, pescoços curtos e fortes, os maxilares são poderosos, com dentes incisivos pequenos e caninos compridos, curvos e afiados, que servem para capturar e matar as presas. Nos herbívoros destaca-se o sistema digestivo um tanto mais longo e complexo, por se alimentar de folhas e outros alimentos ricos em fibras e pobre em energia, esta característica se faz necessária para melhor absorção dos nutrientes. Os animais omnívoros buscam seus alimentos em diferentes ambientes, como o terrestre e aquático. Neste grupo, o homem contou com seu desenvolvimento intelectual, que determinou diferenças em relação a outros animais para a captura de alimentos.

Introdução

A alimentação é uma das atividades importante de qualquer organismo vivo. Os animais necessitam de energia para desenvolver-se, para movimentar-se, para localizar os seus parceiros e se reproduzirem e para restabelecer-se de doenças ou ferimentos. Pelos alimentos os seres vivos adquirem a energia necessária à sua sobrevivência.

Conforme descreve Reis, “cada animal passa grande parte do seu tempo a comer ou a procurar alimento e possui um processo próprio para capturá-lo. O conjunto de ações que permitem que um animal procure, capture e consuma o alimento designa-se por comportamento alimentar. [...]. O comportamento alimentar de cada animal, tal como o seu regime alimentar, depende não só dos órgãos de captura ou de recolha de que dispõe, mas também das suas preferências alimentares, visto que apenas escolhe, usando os órgãos dos sentidos, determinados alimentos, de entre os disponíveis. Por vezes, existem espécies diferentes, com o mesmo tipo de órgãos de captura e recolha, mas que apresentam diferentes regimes alimentares, o que significa que possuem diferentes preferências alimentares”.

No entanto, os animais não se alimentam todos de forma idêntica e os alimentos que comem são muito variados. É por este motivo que se diz que existem diferentes regimes alimentares e formas de captura de alimentos.

Segundo Boos Junior, Roussenq Neto e Mello Junior (2007, p.47), “a captura seria a forma de como os animais irão adquirir e ingerir o alimento o que requer por parte dos animais algumas estratégias. Os animais adquirem o alimento do meio através de grande diversidade de métodos mecânicos. Essa diversidade irá determinar na prática, o tipo de alimento que uma espécie animal poderá obter e utilizar”.

Os animais podem ter três tipos de regimes alimentares: ser carnívoros, herbívoros ou omnívoros e promover diversas formas de captura e consumo de alimentos.
CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Edilson Wisenfad

Graduação em Ciências Biológicas pelo Centro Universitário do Vale do Itajaí. Especialização em Meio Ambiente e Conservação de Recursos Naturais; Faculdade de Ensino Superior Dom Bosco.