artigo

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012 - 10:11

Tamanho do texto: A A

O que são células neoplásicas

por: Marcos Samuel Paiva Lamorea

Detalhe de uma célula sanguínea diferenciada (neoplásica))
Detalhe de uma célula sanguínea diferenciada (neoplásica))
O termo neoplasia deve ser entendido como a formação de uma quantidade de células agregadas ou não, a um tecido, que perderam suas características fisiológicas normais, quando agregadas a um tecido, por exemplo, o fígado, podemos ter a presença de tumor sólido.

Também podemos encontrar células neoplásicas circulantes, como no caso das neoplasias Hematológicas, pois o sangue é um tecido com a característica de possuir células circulantes, porém também neste caso, as céluas neoplásicas não possuem as funções fisiológicas naturais em sua plena potencialidade.

Existem também células neoplásicas que se desprendem de seus tumores de origem, podendo atingir a circulação sanguínea e/ou linfática, podendo se agregar a tecidos distantes, formando assim um novo tumor, o que chamamos de processos metastáticos.

Células neoplásicas são aquelas que, por alguns mecanismos, tiveram seu código genético alterado, a ponto de perder a função característica, como exemplo podermos citar: uma célula hepática, que sofre uma alteração em seu código genético, irá perder suas funções essenciais, nos processos metabólicos de biomoléculas, e ainda irá se dividir de forma desordenada, ao ponto de formar um tecido hepático que perderá sua função natural.

Uma das características dos tumores, é que se examinarmos seu cariótipo, iremos encontrar uma população de células heterogêneas, o que significa que o processo de diferenciação em relação ao padrão tissular normal, é mais complexo do que se pensava, pois qualquer terapia antineoplásica, deve levar em consideração que não existe padrão genético nas células tumorais.

Uma das abordagens terapêuticas, consiste em irradiar o tumor, com partículas contendo radiação ionizante, afim de tornar as células neoplásicas, já diferenciadas do tecido de base, em células inviáveis que tendem a sofrer processos degenerativos como a necrose, fazendo assim com que a massa tumoral diminua, para uma possível cirurgia, ou outra abordagem terapêutica.

Existem fatores bem definidos que podem induzir a formação de células neoplásicas, porém deverão serem abordados em outros artigos, pois servirão de base para estudarmos algumas medidas profiláticas em relação a formação de neoplasias.
CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Marcos Samuel Paiva Lamorea

Biólogo: BACHAREL EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS CRBio 51723/01-D, BACHAREL EM CIÊNCIAS SOCIAIS, CURSOS DE ATUALIZAÇÃO EM FILOSOFIA, SOCIOLOGIA, CIÊNCIA E TECNOLOGIA PELA FGV-FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS- RJ, ÁREA DE ATUAÇÃO: BIOQUÍMICA E HISTOLOGIA Região de atuação: Praia Grande, Santos, São Vicente: lamoreabio@yahoo.com.br

Biologia

ASSINE E RECEBA GRÁTIS

e-Book
livro digital

Grátis um e-book mensalmente. Assine já e receba o e-book: INGLÊS PARA
NEGÓCIOS

Top10
Artigos

Receba e leia os principais artigos sobre diversos
temas. São mais de 30 áreas!

Palestras online

Assista palestras ao vivo toda quinta-feira e veja as dezenas de palestras gravadas em várias áreas

Lições de inglês

Atividades totalmente interativas para você exercitar o seu
inglês!

e-Revista
revista digital

Todo trimestre, uma nova edição sobre os principais temas de cada área. Boa leitura!