CURSOS ONLINE GRÁTIS NA COMPRA DE UM DOS 1400 CURSOS ONLINE

Citação gestão de pessoas - Educadores de equipes

Artigo por Mônica Vargas da Rosa - quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Tamanho do texto: A A

Gestão de Pessoas
Gestão de Pessoas

As organizações atuais mostram-se demarcadas por ambiente de trabalhos dinâmicos, complexos e desafiadores, provocando grande impacto nos modelos de gestão, nas estratégias de carreira e principalmente nos colaboradores. Com as organizações passando por processos de reestruturação por serem impelidas em organizações mais flexíveis, a Gestão de Pessoas é o que vem mais acompanhando esse processo, obrigando os gestores a assumirem novos papeis, cujo foco esta sendo na construção de espaços de trabalho mais democráticos, apoiadores e realizadores de objetivos mútuos.


Dentre diversos autores pesquisados o que melhor foi encontrado para resumir a Gestão de Pessoas foi a de Chiavenato (2004, p13), para quem cada administrador – seja ele um diretor, gerente, chefe ou supervisor – desempenha as quatro funções administrativas que constituem o processo administrativo, a saber: planejar, organizar, dirigir e controlar. A ARH procura ajudar o administrador a desempenhar todas essas funções porque ele não realiza seu trabalho sozinho, mas através das pessoas que formam sua equipe. É com sua equipe de subordinados que o administrador executa as tarefas e alcança metas e objetivos.

Inseridos nesta dinâmica organizacional encontramos as pessoas com suas habilidades e qualidades intrínsecas, as principais responsáveis pela criação das inesgotáveis vantagens que garantem o desenvolvimento e a manutenção de uma empresa.


De acordo com Oliveira (2004), a Gestão de Pessoas é dever e parte integrante das funções gerenciais de toda a empresa, principalmente dos líderes. Lacombe e Heiltorn (2003) concordam, definindo que cabe a cada gestor da empresa a administração dos recursos humanos, e posicionam a equipe de recursos humanos como orientadores e “educadores” desses gestores para que eles, por sua vez, atuem como educadores de suas respectivas equipes. Cabe às organizações criar o espaço, estimular o desenvolvimento e a competitividade das pessoas, comprometendo-se com elas, respeitando-as individualmente, como diferenciais competitivos (DUTRA, 2002).


Conclui-se que a empresa é um grupo de pessoas que faz com que o trabalho aconteça e ao mesmo tempo é agente de mudança. As empresas precisam de participação efetiva das pessoas, para manterem ou elevarem o seu desempenho. Nesse contexto, o Gestão de pessoas é o elemento essencial à performance organizacional.


Se você der às pessoas as ferramentas adequadas e se elas usarem sua habilidade natural e sua curiosidade, elas irão desenvolver as coisas de uma forma que irá surpreendê-lo, muito além do que você poderia ter esperado
Bill Gates

CreativeCommons

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.

Comentários


colunista

Mônica Vargas da Rosa

Administradora e especialista em EAD, tutora no Portal Educação dos cursos de Pós-Graduações em MBA Executivo em Gestão Empresarial, Gestão Pública e Gestão e Marketing Ditigal em parceria com Universidade Católica Dom Bosco (UCDB). Professora universitária em curso na modalidade de ensino regular. CRA/MS: 5338 @ProfMonicaVR