Aminoácidos essenciais

18/03/2013 12:07:00


Os principais aminoácidos essenciais são: fenilalanina, histidina, isoleucina, leucina, lisina, metionina, triptofano, valina.

Fenilalanina
Trata-se de mais um aminoácido muito empregado na Medicina Ortomolecular. Na forma L-fenilalanina, é estimulante da colecistoquinina, que inibe o centro da fome. Por isso, é usado no tratamento da obesidade. Também é estimulante da gordura marrom. A forma DL-fenilalanina é utilizada como analgésico, com efeito opiáceo, no tratamento da dor de diferentes patologias de base. As doses variam de 100 a 500 mg, 3 vezes ao dia, nas formas L ou DL- fenilalanina.

Histidina

Não é muito empregada na Medicina Ortomolecular. Seu uso é mais folclórico nos casos de fadiga crônica, no combate ao estresse e nas alterações da libido. As doses variam de 100 a 500 mg, 3 vezes ao dia.

Isoleucina
Também faz parte dos aminoácidos de cadeia curta. Indica-se seu uso, geralmente, associado à leucina e à valina, como suplemento em poli-neuropatias e patologias degenerativas que comprometem a bainha de mielina. As doses variam de 100 a 500 mg, 3 vezes ao dia.

Leucina

A leucina faz parte dos aminoácidos de cadeia curta. É indicada, principalmente, nas doenças desmielinizantes por fazer parte da estrutura proteica da bainha de mielina. Recentes experiências têm sugerido sua administração como suplemento a pacientes com esclerose amiotrófica lateral, associado à valina e à isoleucina. As doses variam de 100 a 500 mg, 3 vezes ao dia.

Lisina
A lisina é outro aminoácido que faz parte da estrutura do hormônio do crescimento. Sua indicação preferencial é na profilaxia do herpes simples, principalmente o do tipo 1 ou genital. As doses médias variam de 100 a 500 mg, 3 vezes ao dia. Na profilaxia do herpes, recomenda-se 500 mg em dose única/dia e por períodos prolongados.

Metionina

É um importante aminoácido, porque é o principal fator na formação de cisteína, que tem efeito antioxidante. A metionina, por possuir grupos sulfidrila na composição, tem efeito antioxidante, assim como efeito quelante. As doses de metionina variam de 100 a 300 mg, 3 vezes ao dia.

Triptofano
O triptofano também é um dos aminoácidos mais utilizados na Medicina Ortomolecular. É muito indicado nas seguintes situações:
─ Para tomar parte do metabolismo das vitaminas do complexo B, principalmente do ácido nicotínico e do cloridrato de piridoxina;

─ Como substrato formador do neurotransmissor de serotonina, razão pela qual são utilizadas altas doses em pacientes com insônia/depressão. Nestes últimos, é associado a inibidores da recaptação de serotonina;

─ Para formar a melatonina, na forma L-trIptofano, via serotonina, que regula o ciclo do sono.

As doses sugeridas variam de 100 a 500 mg, 3 vezes ao dia. Os principais aminoácidos não essenciais são: ácido aspártico, ácido glutâmico, alanina, arginina, asparagina, carnitina, cisteína, citrulina, glicina, glutamina, ornitina, prolina, serina e tirosina. Eles devem ser utilizados como suplemento alimentar e administrados, de preferência, em jejum ou, pelo menos, 30 minutos antes das principais refeições.

Autor: Colunista Portal - Educação






Fonte: Portal Educação - Cursos Online : Mais de 1000 cursos online com certificado


Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.